1. Ai de vós que viveis em Sião, na abundância, e que viveis sem receio no monte de Samaria; ai de vós, ó chefes do primeiro povo, aos quais acorre a casa de Israel!

2. Passai a Calne e contemplai; e ide de lá a Hamat, a grande; descei a Get dos Filisteus. Valeis mais que estes reinos, ou o seu território é mais extenso que o vosso?

3. Julgais distante o dia mau, e estais a aproximar-vos do reino da violência.

4. Deitados em leitos de marfim, estendidos com moleza nos seus divãs, comem os melhores cordeiros do rebanho e os mais escolhidos novilhos do estábulo.

5. Folgam ao som da harpa e inventam, como Davide, instrumentos músicos;

6. bebem vinho por grandes copos, perfumam-se com óleos preciosos, sem se compadecerem da ruína de José.

7. Por isso irão deportados à frente dos cativos, e, será disperso esse bando de voluptuosos.

8. O Senhor Deus jurou por sua vida - oráculo do Senhor Deus dos exércitos: Detesto a soberba de Jacob aborreço os seus palácios, e entregarei (ao domínio de outros) a cidade com tudo o que encerra.

9. Se numa casa ficarem dez homens, também esses mesmos morrerão.

10. Um parente, com um queimador (de aromas), virá para tirar de casa os ossos e dirá ao que está no mais interior da casa: Há mais alguém contigo?

11. Ele responderá: Não há mais. Então o outro lhe dirá: Silêncio! Não é ocasião de pronunciar o nome do Senhor.

12. Porque eis que o Senhor decreta: fará cair em ruínas a casa grande, e em destroços a casa pequena.

13. Porventura podem os cavalos correr entre rochedos, ou pode-se lavrar o mar com bois? Entretanto pretendeis converter o (justo) juízo em amargura, e em absinto o fruto da justiça. (ver nota)

14. Vós alegrai-vos por causa de Lodabar, dizeis: Não foi por nossa própria fortaleza que tomámos Carnaim?

15. Pois, casa de Israel, diz o Senhor Deus dos exércitos, vou suscitar contra vós uma nação que vos oprimirá desde a entrada de Hamat até à torrente do deserto.





“Jesus e a sua alma devem cultivar a vinha de comum acordo.” São Padre Pio de Pietrelcina