1. Meus irmãos, na vossa fé em nosso glorioso Senhor Jesus Cristo, guardai-vos de toda conside­ração de pessoas.

2. Suponde que entre na vossa reunião um homem com anel de ouro e ricos trajes, e entre também um pobre com trajes gastos;

3. se atenderdes ao que está magnificamente trajado, e lhe disserdes: “Senta-te aqui, neste lugar de honra”, e disserdes ao pobre: “Fica ali de pé”, ou: “Senta-te aqui junto ao estrado dos meus pés”,

4. não é verdade que fazeis distinção entre vós, e que sois juízes de pensamentos iníquos?

5. Ouvi, meus caríssimos irmãos: porventura não escolheu Deus os pobres deste mundo para que fossem ricos na fé e herdeiros do Reino prometido por Deus aos que o amam?

6. Mas vós desprezas­tes o pobre! Não são porventura os ricos os que vos oprimem e vos arrastam aos tribunais?

7. Não blasfemam eles o belo nome que trazeis?*

8. Se cumprirdes a Lei régia da Escritura: Amarás o teu próximo como a ti mesmo (Lv 19,18), sem dúvida fazeis bem.

9. Mas se vos deixais levar por distinção de pessoas, cometeis uma falta e sereis condenados pela Lei como transgressores.

10. Pois quem guardar os preceitos da Lei, mas faltar em um só ponto, se tornará culpado de toda ela.

11. Porque aquele que disse: Não cometerás adultério, disse também: Não matarás (Ex 20,13s). Se, pois, matares, embora não tenhas cometido adultério, tornas-te transgressor da Lei.

12. Falai, pois, de tal modo e de tal modo procedei, como se estivésseis para ser julgados pela Lei da liberdade.

13. Haverá juízo sem misericórdia para aquele que não usou de misericórdia. A misericórdia triunfa sobre o julgamento.

14. De que aproveitará, irmãos, a alguém dizer que tem fé, se não tiver obras? Acaso essa fé poderá salvá-lo?

15. Se a um irmão ou a uma irmã faltarem roupas e o alimento cotidiano,

16. e algum de vós lhes disser: “Ide em paz, aquecei-vos e fartai-vos”, mas não lhes der o necessário para o corpo, de que lhes aproveitará?

17. Assim também a fé: se não tiver obras, é morta em si mesma.

18. Mas alguém dirá: “Tu tens fé, e eu tenho obras”. Mostra-me a tua fé sem obras e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.

19. Crês que há um só Deus. Fazes bem. Também os demônios creem e tremem.

20. Queres ver, ó homem vão, como a fé sem obras é estéril?

21. Abraão, nosso pai, não foi justificado pelas obras, oferecendo o seu filho Isaac sobre o altar?

22. Vês como a fé cooperava com as suas obras e era completada por elas.

23. Assim se cumpriu a Escritura, que diz: Abraão creu em Deus e isto lhe foi tido em conta de justiça, e foi chamado amigo de Deus (Gn 15,6).

24. Vedes como o homem é justificado pelas obras e não somente pela fé?

25. Do mesmo modo Raab, a meretriz, não foi ela justificada pelas obras, por ter recebido os mensageiros e os ter feito sair por outro caminho?*

26. Assim como o corpo sem a alma é morto, assim também a fé sem obras é morta.

Bíblia Ave Maria - Todos os direitos reservados.

2,7. O belo nome: o nome de Cristo, do qual provém “cristão”. Literalmente: o belo nome que foi invocado sobre vós.

2,25. Ver Js 2,4.




Livraria Católica

Conheça esses e outros livros em nossa livraria.



“O passado não conta mais para o Senhor. O que conta é o presente e estar atento e pronto para reparar o que foi feito.” São Padre Pio de Pietrelcina