1. Ao terceiro dia Ester tomou os vestidos reais e apresentou-se no átrio interior do palácio real, defronte da câmara do rei. Ele eslava sentado sobre o seu trono, na sala do conselho real, voltado para a porta do palácio.

2. Tendo visto a rainha Ester de pé, olhou-a com agrado e estendeu para ela o ceptro de ouro, que tinha na mão. Ester, aproximando-se, beijou a ponta do ceptro.

3. O rei disse-lhe: Que queres tu, rainha Ester? Que petição é a tua? Ainda que me peças metade do reino, te será dada.

4. Ela respondeu: Se agrada ao rei, suplico que venhas hoje, juntamente com Aman, a um banquete que tenho preparado.

5. O rei, sem mais demora, disse: Chamai depressa Aman para que obedeça à vontade de Ester. O rei e Aman foram, pois, ao banquete que a rainha lhes tinha preparado.

6. O rei disse-lhe, enquanto se bebia o vinho: Que desejas tu que eu te dê? Que é o que me pedes? Ainda que me peças metade do meu reino, a alcançarás.

7. Ester respondeu-lhe: A minha petição e os meus rogos são estes:

8. Se alcancei graça diante do rei, se ao rei lhe apraz conceder-me o que peço e satisfazer a minha petição, venha o rei e Aman a (outro) banquete que lhes tenho preparado, e amanhã declararei ao rei a minha vontade.

9. Saiu, pois, Aman naquele dia alegre e contente. Mas, tendo visto Mardoqueu sentado diante da portado palácio, que não só não se tinha levantado para o cortejar, senão que nem sequer se tinha movido do seu assento, irritou-se em extremo.

10. Dissimulando a ira, voltou para sua casa, convocou os seus amigos e Zarés, sua mulher,

11. e declarou-lhes a grandeza das suas riquezas, o grande número dos seus filhos e a alta glória a que o rei o tinha elevado, colocando-o acima de todos os seus príncipes e cortesãos.

12. Depois disse: A rainha Ester a nenhum outro chamou para o banquete com o rei, senão a mim, e amanhã tenho de me sentar também à sua mesa com o rei.

13. Todavia, embora tenha tudo isto, nada me parece ter, enquanto vir o judeu Mardoqueu sentado diante das portas do palácio.

14. Zarés, sua mulher, e os outros responderam-Ihe: Manda levantar uma grande viga de cinqüenta côvados de altura, e diz amanhã, de manhã, ao rei que mande pendurar nela Mardoqueu. Assim irás alegre para o banquete com o rei. Agradou-lhe o conselho, e mandou que se preparasse o madeiro.





“Deus ama quem segue o caminho da virtude.” São Padre Pio de Pietrelcina