1. Israelitas, segundo o seu número, chefes de famílias, chefes de milhares e de centenas, oficiais a serviço do rei, para tudo que se referia às divisões chegando e partindo mensalmente, tendo cada divisão vinte e quatro mil homens.

2. À frente da primeira divisão, para o primeiro mês, achava-se Jesboam, filho de Zabdiel, e sua divisão era de vinte e quatro mil homens.

3. Ele era da linhagem de Farés e comandava todos os chefes de tropas do primeiro mês.

4. À frente da divisão do segundo mês, achava-se Dudi, o aoíta; Macelot era um dos chefes de sua divisão, que contava vinte e quatro mil homens.

5. O chefe da terceira divisão para o terceiro mês, era Banaías, filho do sacerdote-chefe Joiada, chefe; havia na sua divisão vinte e quatro mil homens.

6. Esse Banaías era um herói dos trinta e um chefe dos trinta; Amizabad, seu filho, era um chefe de sua divisão.

7. Para o quarto mês, havia Asael, irmão de Joab, a quem sucedeu seu filho Zabadias. A divisão contava vinte e quatro mil homens.

8. O quinto, para o quinto mês, era o chefe Samaot, o izraíta; e havia na sua divisão vinte e quatro mil homens.

9. O sexto, para o sexto mês, era Hira, filho de Aces, de Tícua; havia na sua divisão vinte e quatro mil homens.

10. O sétimo, para o sétimo mês, era Heles, o falonita, dos filhos de Efraim; sua divisão contava vinte e quatro mil homens.

11. O oitavo, para o oitavo mês, era Sobocai, o husatita, da família dos zaraítas; e sua divisão compreendia vinte e quatro mil homens.

12. O nono, para o nono mês, era Abiezer, de Anatot dos filhos de Benjamim; e sua divisão contava vinte e quatro mil homens.

13. O décimo, para o décimo mês, era Marai, de Netofa, da família dos zaraí­tas; e sua divisão contava vinte e quatro mil homens.

14. O décimo primeiro, para o décimo primeiro mês, era Banaías, de Faraton, dos filhos de Efraim; e sua divisão contava vinte e quatro mil homens.

15. O décimo segundo para o décimo segundo mês, era Holdai, de Netofa, da família de Otoniel; e sua divisão contava vinte e quatro mil homens.

16. Eis os chefes das tribos de Israel: chefes dos rubenitas: Eliezer, filho de Zecri; dos simeonitas: Safatias, filho de Maaca;

17. dos levitas: Hasabias, filho de Camuel; da família de Aarão: Sadoc;

18. de Judá: Eliú, irmão de Davi; de Issacar: Amri, filho de Miguel;

19. de Zabulon: Jesmaías, filho de Abdias; de Neftali: Jarmut, filho de Ozriel;

20. dos filhos de Efraim; Oseias, filho de Ozazias; da meia tribo de Manassés: Joel, filho de Fadaías;

21. da meia tribo de Manassés, em Galaad: Jado, filho de Zacarias; de Benjamim: Jasiel, filho de Abner;

22. de Dã: Ezriel, filho de Jeroam. Eram esses os chefes das tribos de Israel.*

23. Não fez Davi a relação daqueles que tinham vinte anos para baixo, porque o Senhor tinha prometido multiplicar Israel como as estrelas do céu.

24. Joab, filho de Sárvia, tinha começado o recenseamento, mas não terminou, porque a ira de Deus viera sobre Israel, por causa do recenseamento. E o número deles não foi relacionado nas crônicas do rei Davi.

25. Azmot, filho de Adiel, estava encarregado dos tesouros do rei; Jônatas, filho de Ozias, dos tesouros que havia nos campos, nas cidades, nas aldeias e nas torres;

26. Ezri, filho de Calub, era superintendente dos camponeses que cultivavam a terra;

27. Semei de Ramá, das vinhas; Zabdi, de Safão, das provisões de vinho nas vinhas;

28. Baalanã, de Gader, das oliveiras e sicômoros de Sefela;

29. Joás, das provisões de azeite; Setrai, de Sarona, dos bois que pastavam em Sarona; Safat, filho de Adli, dos bois dos vales;

30. Ubil, o is­maelita, dos camelos; Jadias, de Mera­not, das jumentas;

31. Jaziz, o agareu, das ovelhas; eram esses os inten­dentes dos bens do rei Davi.

32. Jônatas, tio de Davi, exercia a função de conselheiro; era ele um homem prudente e sábio. Jaiel, filho de Hacamon, estava com os filhos do rei.

33. Aquitofel era conselheiro do rei e Cusai, o araquita, amigo do rei.

34. Depois de Aquitofel, vinham Joiada, filho de Banaías, e Abiatar. Joab era general do exército real.

Bíblia Ave Maria - Tutti i diritti riservati.

27,22. Não se sabe por que as tribos de Gad e de Aser foram omitidas da lista.




“Onde não há obediência, não há virtude. Onde não há virtude, não há bem, não há amor; e onde não há amor, não há Deus; e sem Deus não se chega ao Paraíso. Tudo isso é como uma escada: se faltar um degrau, caímos”. São Padre Pio de Pietrelcina