1. Ao mestre de canto. Hino de Davi.

2. Quando Doeg, o idumeu, veio dizer a Saul: “Davi entrou na casa de Aquimelec”.

3. Por que te glorias de tua malícia, ó infame prepotente?

4. Continuamente maquinas a perdição; tua língua é afiada navalha, tecedora de enganos.

5. Tu preferes o mal ao bem, a mentira à lealdade.

6. Só gostas de palavras perniciosas, ó língua pérfida!

7. Por isso, Deus te destruirá, há de te excluir para sempre; ele te expulsará de tua tenda, e te extirpará da terra dos vivos.

8. Vendo isso, tomados de medo, os justos zombarão de ti, dizendo:

9. “Eis o homem que não tomou a Deus por protetor, mas esperou na multidão de suas riquezas e se prevaleceu de seus próprios crimes”.

10. Eu sou, porém, como a verdejante oliveira na casa de Deus: confio na misericórdia de Deus para sempre.

11. Eu vos louvarei eternamente pelo que fizestes e cantarei vosso nome, na presença de vossos fiéis, porque é bom.

Bíblia Ave Maria - Tous droits réservés.

51,2. Ver 1Sm 22,9-22. Descrição da malícia de um inimigo temporariamente vitorioso, ao qual é predito o castigo, enquanto os justos se rejubilarão em Deus.





“Quanto maiores forem os dons, maior deve ser sua humildade, lembrando de que tudo lhe foi dado como empréstimo.”(Pe Pio) São Padre Pio de Pietrelcina