1. Salmo de Davi. O Senhor é meu pastor, nada me faltará.*

2. Em verdes prados ele me faz repousar. Conduz-me junto às águas refrescantes,

3. restaura as forças de minha alma. Pelos caminhos retos ele me leva, por amor do seu nome.

4. Ainda que eu atravesse o vale escuro, nada temerei, pois estais comigo. Vosso bordão e vosso báculo são o meu amparo.

5. Preparais para mim a mesa à vista de meus inimigos. Derramais o perfume sobre minha cabeça, e transborda minha taça.

6. A vossa bondade e misericórdia hão de seguir-me por todos os dias de minha vida. E habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Bíblia Ave Maria - Tous droits réservés.

22,1. Tema de Deus-pastor (cf. Zc 11,4-17; Jo 10,1-39) que cuida com desvelo dos justos. O salmista começa utilizando o simbolismo da ovelha do rebanho, depois o simbolismo do hóspede admitido à mesa do Senhor. Este último pensamento (v. 5s), que visa de modo especial ao festim messiânico (cf. Sl 21,27; Lc 22,18.30), é frequentemente aplicado à Eucaristia.





"Tente percorrer com toda a simplicidade o caminho de Nosso Senhor e não se aflija inutilmente.” São Padre Pio de Pietrelcina