Gefunden 26 Ergebnisse für: Baasa

  • Houve guerra entre Asa e Baasa, rei de Israel, durante todo o tempo que viveram. (I Reis 15, 16)




  • Baasa, rei de Israel, atacou Judá e fortificou Ramá, a fim de bloquear todas as suas comunicações com Asa, rei de Judá. (I Reis 15, 17)

  • “Façamos aliança, assim como foram aliados o teu pai e o meu. Mando-te um presente de prata e ouro. Peço-te que rompas tua aliança com Baasa, rei de Israel, para que ele cesse de me importunar”. (I Reis 15, 19)

  • Ao saber disso, Baasa abandonou a fortificação de Ramá e retirou-se para Tersa. (I Reis 15, 21)

  • Então o rei Asa convocou toda a tribo de Judá, sem exceção, para tirar as pedras e a madeira de que Baasa se tinha servido para as fortificações de Ramá. Com esse material, Asa fortificou Gabaá de Benjamim e Masfa. (I Reis 15, 22)

  • Baasa, filho de Aías, da casa de Issacar, conspirou contra ele e assassinou-o diante de Gebeton dos filisteus, no tempo em que Nadab e todo o Israel sitiavam essa cidade. (I Reis 15, 27)

  • Baasa, no terceiro ano de Asa, rei de Judá, cometeu esse crime e sucedeu-lhe no trono. (I Reis 15, 28)




  • Houve guerra contínua entre Asa e Baasa, rei de Israel. (I Reis 15, 32)

  • No terceiro ano de Asa, rei de Judá, Baasa, filho de Aías, tornou-se rei de Israel. Residia em Tersa e reinou vinte e quatro anos. (I Reis 15, 33)

  • Baasa fez o mal diante do Senhor. Andou no caminho de Jeroboão e entregou-se ao pecado ao qual Jeroboão arrastara Israel. (I Reis 15, 34)

  • Por isso, vou varrer Baasa e sua casa e farei da sua casa o que fiz da casa de Jeroboão, filho de Nabat. (I Reis 16, 3)

  • Todo membro da família de Baasa que morrer na cidade será comido pelos cães; o que morrer no campo, será comido pelas aves do céu”. (I Reis 16, 4)




“Onde não há obediência, não há virtude. Onde não há virtude, não há bem, não há amor; e onde não há amor, não há Deus; e sem Deus não se chega ao Paraíso. Tudo isso é como uma escada: se faltar um degrau, caímos”. São Padre Pio de Pietrelcina