Encontrados 335 resultados para: Porta

  • Porventura, Se tu obrares bem, não receberás (por isso galardão)? Se obrares mal, estará logo o pecado à tua porta, Mas sob ti está o teu desejo, e tu o dominarás. (Gênesis 4, 7)

  • Farás na arca uma janela, um côvado abaixo do seu cume; porás a porta da arca a um lado; farás nela um andar em baixo, um segundo, e um terceiro andar. (Gênesis 6, 16)

  • O Senhor apareceu (a Abraão) na cadeia de Mambré, quando ele estava assentado à porta da sua tenda, no maior calor do dia. (Gênesis 18, 1)

  • Tendo (Abraão) levantado os olhos, apareceram-lhe três homens que estavam em pé junto dele; logo que os viu, correu da porta da tenda ao seu encontro e prostrou-se por terra, (Gênesis 18, 2)

  • E (um deles) disse-lhe: tornarei, a vir ter contigo neste mesmo tempo no próximo ano, e Sara, tua mulher, terá um filho. Sara, ao ouvir isto, riu-se detrás da porta da tenda. (Gênesis 18, 10)

  • Saiu Loth, fechando nas suas costas a porta, e disse-lhes: (ver nota) (Gênesis 19, 6)

  • Eles, porém, disseram: retira-te para lá. E acrescentaram: tu entraste aqui como estrangeiro; será talvez para nos julgares? A ti, pois, trataremos pior do que a eles. E forçavam Loth com grande violência; e já estavam a ponto de arrombar a porta. (Gênesis 19, 9)

  • E eis que os (dois) homens (que estavam dentro) estenderam a mão, introduziram Loth em casa, e fecharam a porta. (Gênesis 19, 10)

  • E feriram de cegueira os que estavam fora, desde o mais pequeno até ao maior, de sorte que não podiam encontrar a porta. (Gênesis 19, 11)

  • Ora Efron estava (sentado) no meio dos filhos de Heth. Efron respondeu a Abraão, ouvindo-o todos os que entravam pela porta da cidade, assim: (Gênesis 23, 10)

  • tudo foi cedido em pleno domínio a Abraão, na presença dos filhos de Heth e de todos os que entravam pela porta daquela cidade. (Gênesis 23, 18)

  • e, cheio de pavor, acrescentou: quão terrível é este lugar! Não é aqui outra coisa senão a casa de Deus e a porta do céu. (Gênesis 28, 17)


“A prática das bem-aventuranças não requer atos de heroísmo, mas a aceitação simples e humilde das várias provações pelas quais a pessoa passa.” São Padre Pio de Pietrelcina