Encontrados 80 resultados para: Eliseu

  • Veio também um homem de Baalsalisa, que trazia ao homem de Deus uns pães das primícias, vinte pães de cevada e trigo novo no seu alforje. Eliseu disse: Dá ao povo, para que coma. (II Reis 4, 42)

  • O seu criado respondeu-lhe: Que é isto para eu o pôr diante de cem pessoas? Eliseu disse outra vez: Dá ao povo, para que coma, porque eis o que diz o Senhor: Comerão, e sobejará. (II Reis 4, 43)

  • Tendo ouvido isto Eliseu, homem de Deus, isto é, que o rei de Israel tinha rasgado as suas vestes, mandou-lhe dizer: Por que rasgaste as tuas vestes? Venha (esse homem) ter comigo, e saberá que há um profeta em Israel. (II Reis 5, 8)

  • Foi, pois, Naaman com os seus cavalos e carros, e parou à porta da casa de Eliseu. (II Reis 5, 9)

  • Eliseu enviou-lhe um mensageiro a dizer: Vai, lava-te sete vezes no Jordão, e a tua carne será curada: ficarás limpo. (II Reis 5, 10)

  • Eliseu respondeu: Vai em paz. Quando Naaman se retirou e estava já a certa distância, (II Reis 5, 19)

  • E, tendo entrado, apresentou-se diante do seu senhor. Eliseu disse-lhe: Donde vens, Giezi? Ele respondeu-lhe: Teu servo não foi a parte alguma. (II Reis 5, 25)

  • Mas Eliseu disse: Não estava eu presente em espírito, quando aquele homem desceu do carro ao teu encontro? Este é o momento de receber dinheiro, vestes, olivais, vinhas, ovelhas, bois, servos e servas? (II Reis 5, 26)

  • Os filhos dos profetas disseram a Eliseu: Vê que o lugar, em que moramos contigo, é estreito para nós. (II Reis 6, 1)

  • E o homem de Deus disse: Onde caiu? Ele mostrou-lhe o lugar. Então Eliseu cortou um pau, lançou-o no mesmo lugar, e o ferro veio acima nadando. (II Reis 6, 6)

  • Um dos seus servos respondeu: Não é nada disso, ó rei meu Senhor, mas o profeta Eliseu, que está em Israel, faz saber ao rei de Israel tudo o que tu dizes no teu gabinete. (II Reis 6, 12)

  • Ele disse-lhes: Ide e vede onde ele está, para eu o mandar prender. Avisaram-no dizendo: Eliseu está em Dotan. (II Reis 6, 13)


“Faltar com a caridade¨¦ como ferir a pupila dos olhos de Deus.” São Padre Pio de Pietrelcina