Encontrados 37 resultados para: figueira

  • Então os seus olhos abriram-se; e, vendo que estavam nus, tomaram fo­lhas de figueira, ligaram-nas e fizeram tangas para si. (Gênesis 3, 7)




  • Por que nos fizeste sair do Egito e nos trouxeste a este péssimo lugar, em que não se pode semear, e onde não há figueira, nem vinha, nem romãzeira, e tampouco há água para beber?”. (Números 20, 5)

  • E as árvores disseram à figueira: ‘Vem tu e reina sobre nós!’ (Juízes 9, 10)

  • Mas a figueira disse-lhes: ‘Poderia eu, porventura, renunciar à doçura de meu delicioso fruto, para colocar-me acima das outras árvores?’. (Juízes 9, 11)

  • Judá e Israel, desde Dã até Bersabeia, viviam sem temor algum, cada qual debaixo de sua vinha e de sua figueira, durante todo o tempo que reinou Salomão. (I Reis 5, 5)

  • Não deis ouvidos ao rei Ezequias! Eis o que vos diz o rei da Assíria: ‘Fazei a paz comigo. Rendei-vos e cada um de vós poderá comer os frutos de sua vinha e de sua figueira e beber a água do seu poço, (II Reis 18, 31)

  • Cada um podia assentar-se sob sua parreira ou figueira, sem recear o inimigo. (I Macabeus 14, 12)




  • Quem trata de sua figueira, comerá seu fruto; quem cuida do seu senhor, será honrado. (Provérbios 27, 18)

  • A figueira já começa a dar os seus figos, e a vinha em flor exala o seu perfume; levanta-te, minha amada, formosa minha, e vem. (Cântico dos Cânticos 2, 13)

  • que escorrerá de todas as colinas; os céus se enrolarão como um livro, e todo o seu exército tombará, como cai da vinha a folha morta, como deixa a figueira o verdor emurchecido,* (Isaías 34, 4)

  • Não escuteis o rei Ezequias! Eis o que vos diz o rei da Assíria: Fazei a paz comigo. Rendei-vos. Cada um de vós poderá comer o fruto de sua vinha e de sua figueira e beber a água de seu poço, (Isaías 36, 16)

  • Vou reuni-los todos e arrebatá-los – oráculo do Senhor. Mas não havia uma só uva na vinha, nem figo na figueira. A folhagem havia murchado. E assim lhes dei quem os haveria de conquistar.* (Jeremias 8, 13)




“Desapegue-se daquilo que não é de Deus e não leva a Deus”. São Padre Pio de Pietrelcina