1. Tobit tomou, então, a palavra e, em um transporte de alegria, escreveu esta prece: “Sois grande, Senhor, na eternidade, vosso reino estende-se a todos os séculos.

2. Porque vós provais e, em seguida, salvais. Conduzis a profundos abismos e deles tirais; e não há quem possa escapar à vossa mão.

3. Celebrai o Senhor, filhos de Israel. Louvai-o em presença das nações.

4. Porque, se ele vos dispersou entre povos que o não conhecem, foi para que publiqueis as suas maravilhas e lhes façais reconhecer que não há outro Deus onipotente senão ele.

5. Castigou-nos por causa das nossas iniquidades, mas nos salvará por sua misericórdia.

6. Considerai, agora, o que fez por nós e bendizei-o com temor e tremor; por vosso comportamento, glorificai o rei dos séculos.

7. Quanto a mim, rendo-lhe graças na terra do meu cativeiro, porque manifestou sua majestade sobre um povo criminoso.*

8. Convertei-vos, pecadores, e praticai a justiça diante de Deus, na confiança que vos fará misericórdia.

9. Nele me alegrarei de todo o coração.

10. Dai graças ao Senhor, vós todos, seus eleitos; celebrai dias de alegria e rendei-lhe louvores.

11. Jerusalém, cidade santa! Deus te castigou por teu mau procedimento.

12. Confessa a Deus como convém e louva o rei dos séculos, para que ele reedifique o teu santuário. Reúna em ti os que foram deportados e possas alegrar-te sem fim!

13. Hás de refulgir qual esplêndida luz e todos os povos da terra te venerarão.

14. Nações de longe virão a ti, com presentes, adorar o Senhor em teus muros e considerarão o teu solo como um santuário.

15. Porque em teu recinto invocarão o grande nome.

16. Maldito seja quem te desprezar; desonrado, quem te caluniar; bendito seja quem te reconstruir!

17. Tu te alegrarás nos teus filhos, porque serão todos abençoados e se reunirão junto do Senhor.

18. Ditosos todos os que te amam: na tua paz encontrarão sua alegria.

19. Ó minha alma, bendize ao Senhor, porque o Senhor, nosso Deus, livrou Jerusalém de todas as suas tribulações.

20. Feliz serei, se ficar um homem de minha raça para ver o esplendor de Jerusalém:

21. suas portas serão reconstruídas com safiras e esmeraldas, seus muros serão inteiramente de pedras preciosas,*

22. suas praças serão pavimentadas de mosaicos e rubis, e em suas ruas cantarão: Aleluia!

23. Bendito seja Deus que te restituiu tal esplendor! Que ele reine sobre ti eternamente!”.

Bíblia Ave Maria - Todos os direitos reservados.

13,7. Povo criminoso: os israelitas, cujo cativeiro é considerado como um castigo. Ver o v. 11.

13,21. O texto grego ajunta: As torres de Jerusalém serão reconstruídas de ouro e suas muralhas de ouro puro e fino. As praças de Jerusalém serão calçadas de berilo, de carbúnculo e de pedras de Ofir.




Livraria Católica

Conheça esses e outros livros em nossa livraria.



“Se quisermos colher é necessário não só semear, mas espalhar as sementes num bom campo. Quando as sementes se tornarem plantas, devemos cuidá-las para que as novas plantas não sejam sufocadas pelas ervas daninhas.” São Padre Pio de Pietrelcina