1. Irmãos, o desejo do meu coração e a súplica que dirijo a Deus por eles são para que se salvem.

2. Pois lhes dou testemunho de que têm zelo por Deus, mas um zelo sem discerni­mento.

3. Desconhecendo a justiça de Deus e procurando estabelecer a sua própria justiça, não se sujeitaram à justiça de Deus.

4. Porque Cristo é o fim da Lei, para justificar todo aquele que crê.

5. Ora, Moisés escreve da justiça que vem da Lei: O homem que a praticar viverá por ela (Lv 18,5).

6. Mas a justiça que vem da fé diz assim: “Não digas em teu coração: ‘Quem subirá ao céu?’. Isto é, para trazer do alto o Cristo;*

7. ou: ‘Quem descerá ao abismo?’. Isto é, para fazer voltar Cristo dentre os mortos”.

8. Que diz ela, afinal? A palavra está perto de ti, na tua boca e no teu coração (Dt 30,14). Essa é a palavra da fé, que pregamos.

9. Portanto, se com tua boca confessares que Jesus é o Senhor, e se em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.

10. É crendo de coração que se obtém a justiça, e é professando com palavras que se chega à salvação.

11. A Escritura diz: Todo o que nele crer não será confundido (Is 28,16).

12. Pois não há distinção entre judeu e grego, porque todos têm um mesmo Senhor, rico para com todos os que o invocam,

13. porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo (Jl 3,5).

14. Porém, como invocarão aquele em quem não têm fé? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão falar, se não houver quem pregue?

15. E como pregarão, se não forem enviados, como está escrito: Quão formosos são os pés daqueles que anunciam as boas-novas (Is 52,7)?

16. Mas não são todos que pres­taram ouvido à Boa-Nova. É o que exclama Isaías: Senhor, quem acredi­tou na nossa pregação (Is 53,1)?*

17. Logo, a fé provém da pregação e a pregação se exerce em razão da palavra de Cristo.*

18. Pergunto, agora: Acaso não ouviram? Claro que sim! Por toda a terra correu a sua voz, e até os confins do mundo foram as suas palavras (Sl 18,5).

19. E pergunto ainda: Acaso Israel não o compreendeu? Já Moisés lhes havia dito: Eu vos despertarei ciúmes com um povo que não merece este nome; eu vos provocarei a ira contra uma nação insensata (Dt 32,21).

20. E Isaías se abalança a dizer: Fui achado pelos que não me buscavam; manifestei-me aos que não perguntavam por mim (Is 65,1).

21. Ao passo que a res­peito de Israel, ele diz: Todo o dia estendi as minhas mãos a um povo desobediente e teimoso (Is 65,2).

Bíblia Ave Maria - Todos os direitos reservados.

10,6. Os versículos 6 e 7 são compostos de citações livres do Dt 30,11-14.

10,16. Boa nova: o anúncio do Evangelho.

10,17. Em razão da palavra de Cristo: pela ordem de Cristo.




Livraria Católica

Conheça esses e outros livros em nossa livraria.



“Um dia você verá surgir o infalível triunfo da justiça Divina sobre a injustiça humana”. São Padre Pio de Pietrelcina