aaaaa

Encontrados 29 resultados para: livra

  • Ouvindo-o, porém, Rubem, quis livra-lo de suas mãos: “Não lhe tiremos a vida, disse ele. (Gênesis 37, 21)

  • Não derrameis sangue. Jogai-o naquela cisterna, no deserto, mas não levanteis vossa mão contra ele.” Pois Rubem pensava livrá-lo de suas mãos para o reconduzir ao pai. (Gênesis 37, 22)

  • E desci para livrá-lo da mão dos egípcios e para fazê-lo subir do Egito para uma terra fértil e espaçosa, uma terra que mana leite e mel, lá onde habitam os cananeus, os hiteus, os amorreus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus. (Êxodo 3, 8)

  • Se dois homens estiverem em disputa, e a mulher de um vier em socorro de seu marido para livrá-lo do seu assaltante e pegar este pelas partes vergonhosas, (Deuteronômio 25, 11)

  • Os habitantes de Gabaon enviaram então a seguinte mensagem a Josué, que estava acampado em Gálgala: Não abandones os teus servos; vem ao nosso encontro sem demora, traze-nos socorro e livra-nos, porque todos os reis dos amorreus da montanha se coligaram contra nós. (Josué 10, 6)

  • Ora, quando o Senhor suscitava juízes, ele estava com o juiz para livrá-los de seus inimigos enquanto vivesse o juiz: o Senhor compadecia-se dos gemidos que soltavam diante de seus inimigos e de seus opressores. (Juízes 2, 18)

  • Então o Senhor, voltando-se para ele: Vai, disse, com essa força que tens e livra Israel dos madianitas. Porventura não sou eu que te envio? (Juízes 6, 14)

  • Acaz tinha enviado delegados a Teglat-Falasar, rei da Assíria para dizer-lhe: Eu sou teu servo e teu filho. Vem e livra-me das mãos do rei da Síria e do rei de Israel, que se coligaram contra mim. (II Reis 16, 7)

  • Puderam porventura os deuses das outras nações livrá-las das mãos do rei da Assíria? (II Reis 18, 33)

  • porque a esmola livra do pecado e da morte, e preserva a alma de cair nas trevas. (Tobias 4, 11)

  • porque a esmola livra da morte: ela apaga os pecados e faz encontrar a misericórdia e a vida eterna; (Tobias 12, 9)

  • Não vence o rei pelo numeroso exército, nem se livra o guerreiro pela grande força. (Salmos 32, 16)

“A prática das bem-aventuranças não requer atos de heroísmo, mas a aceitação simples e humilde das várias provações pelas quais a pessoa passa.” São Padre Pio de Pietrelcina