1. Oráculos do Senhor dirigidos a Sofonias, filho de Cusi, filho de Godolias, filho de Amarias, filho de Ezequias, no tempo de Josias, filho de Amon, rei de Judá.

2. Destruirei tudo sobre a face da terra – oráculo do Senhor;

3. farei perecer homens e animais, aves do céu e peixes do mar; exterminarei os ímpios com seus escândalos, farei desaparecer os homens da superfície do mundo – oráculo do Senhor.

4. Estenderei a mão contra Judá, e contra os habitantes de Jerusalém, e exterminarei desse lugar tudo o que resta de Baal, até o nome de seus servos e de seus sacerdotes:*

5. os que se prostram nos terraços para adorar a imensidão dos astros; os que se prostram e fazem juramentos; ora em nome do Senhor, ora em nome de seu deus;*

6. e também os que se desviam do Senhor, que não o buscam nem se preocupam com ele.

7. Silêncio diante do Senhor Javé! Porque o dia do Senhor está próximo, o Senhor preparou um sacrifício, santificou os seus convidados.*

8. No dia do sacrifício do Senhor, castigarei os chefes e os príncipes reais, e todos os que se vestem como os estrangeiros.

9. Castigarei naquele dia todos os que forçam as soleiras das portas, e enchem a casa de seu amo de bens fraudulentos ou extorquidos com violência.*

10. Naquele dia – oráculo do Senhor –, haverá muitos clamores à Porta dos Peixes, gemidos do lado da cidade nova, e um grande tumulto do lado das colinas.

11. Lamentai-vos, habitantes do bairro de Mactes, porque todo o povo dos mercadores foi aniquilado, todos os traficantes de prata foram exterminados.*

12. Naquele tempo, inspecionarei Jerusalém com lanternas, castigarei os homens que, sentados em sua borra, dizem consigo mesmos: “O Senhor não faz bem nem mal.”*

13. Seus bens serão entregues à pilhagem, suas moradas serão saqueadas. Edificarão casas, mas não as habitarão, plantarão vinhas, mas não beberão de seu vinho.

14. Eis que se aproxima o grande dia do Senhor! Ele se aproxima rapidamente. Terrível é o ruído que faz o dia do Senhor; o mais forte soltará gritos de amargura nesse dia.

15. Esse dia será um dia de ira, dia de angústia e de aflição, dia de ruína e de devastação; dia de trevas e escuridão, dia de nuvens e de névoas espessas,

16. dia de trombeta e de alarme, contra as cidades fortes e as torres elevadas.

17. Mergulharei os homens na aflição, e eles andarão como cegos porque pecaram contra o Senhor. Seu sangue será derramado como o pó, e suas entranhas como o lixo.

18. Nem sua prata nem seu ouro poderão salvá-los no dia da cólera do Senhor. Toda a terra será devorada pelo fogo de seu zelo, porque ele aniquilará de repente toda a população da terra.

Bíblia Ave Maria - Tutti i diritti riservati.

1,4. Tudo o que resta: isto supõe começada a reforma religiosa de Josias; mas pode-se também traduzir: Baal até o último resto.

1,5. Que se prostram: culto idolátrico das estrelas. O texto a seguir fala daqueles que, sem rejeitarem o verdadeiro Deus, admitiam o culto de certos ídolos; e, finalmente, fala dos indiferentes.

1,7. Um sacrifício: o massacre dos israelitas infiéis é aqui apresentado como um sacrifício ao qual Deus convida os invasores. Santificou: os que tomavam parte nos banquetes sagrados deviam ser santificados por meio de ritos de purificação.

1,9. Forçam as soleiras das portas: sentido obscuro.

1,11. Bairro de Mactes: quarteirão dá cidade baixa de Jerusalém.

1,12. Em sua borra: imagem daqueles que se dobram sobre si mesmos e não se movem, como o vinho por cima da borra.




“Por que a tentação passada deixa na alma uma certa perturbação? perguntou um penitente a Padre Pio. Ele respondeu: “Você já presenciou um tremor de terra? Quando tudo estremece a sua volta, você também é sacudido; no entanto, não necessariamente fica enterrado nos destroços!” São Padre Pio de Pietrelcina