1. “Naquele tempo, surgirá Miguel, o grande chefe, o protetor dos filhos do seu povo. Será uma época de tal desolação, como jamais houve igual desde que as nações existem até aquele momento. Então, entre os filhos de teu povo, serão salvos todos aqueles que se acharem inscritos no livro.*

2. Muitos daqueles que dormem no pó da terra despertarão, uns para uma vida eterna, outros para a ignomínia, a infâmia eterna.*

3. Os que tiverem sido inteligentes fulgirão como o brilho do firmamento, e os que tiverem introduzido muitos nos caminhos da justiça luzirão como as estrelas, com um perpétuo resplendor.

4. Quanto a ti, Daniel, guarda isso secreto, e conserva este livro lacrado até o tempo final. Muitos daqueles que a ele recorrerem verão aumentar seu conhecimento.”*

5. Continuei a olhar. Vi dois outros personagens mantendo-se cada um sobre uma das margens do rio.

6. Um deles disse ao homem vestido de linho que estava em cima do rio: “Para quando o fim dessas coisas prodigiosas?”.*

7. Então, ouvi o homem vestido de linho, que estava em cima do rio, jurar, levantando para o céu sua mão esquerda bem como sua mão direita: “Pelo eterno vivo, será em um tempo, tempos e na metade de um tempo, no momento em que a força do povo santo for inteiramente rompida, que todas estas coisas se cumprirão”.*

8. Ouvi essas palavras, mas sem en­tendê-las. “Meu senhor” – perguntei –, “qual será a conclusão de tudo isso?”

9. “Vamos, Daniel” – respondeu –; “esses oráculos devem ficar fechados e lacrados até o tempo final.

10. Muitos serão limpos, acrisolados e provados. Os ímpios agirão com perversidade, mas nenhum deles compreenderá, enquanto que os sábios compreenderão.

11. Desde o tempo em que for suprimido o holocausto perpétuo e quando for estabelecida a abominação do devastador, transcorrerão mil duzentos e noventa dias.*

12. Feliz quem esperar e alcançar mil trezentos e trinta e cinco dias!

13. Quanto a ti, vai até o fim. Tu repousarás e te levantarás para receber tua parte de herança, no fim dos tempos.”*

Bíblia Ave Maria - Minden jog fenntartva.

12,1. Salvos: além da salvação temporal, o profeta encara um futuro muito mais remoto que abrange até mesmo a vida eterna.

12,2. Despertarão: aqui não se trata da ressurreição geral; mas a esperança da ressurreição individual está claramente indicada. Comparar Is 26,19.

12,4. Recorrerem, subentendido: naquele momento.

12,6. Trata-se do anjo descrito em 10,5s.

12,7. Sua mão esquerda: as duas mãos levantadas em sinal de solenidade. Um tempo: mesma explicação que 7,25.

12,11. O primeiro número dado pressupõe um ponto de partida ou um ponto de chegada diverso de 8,14. Parece, segundo o versículo 12, que um acontecimento feliz deve ser esperado um mês e meio após o termo do prazo fixado no v. 11. É difícil decidir se essas indicações têm realmente duplo alcance: um, referente aos tempos macabeus; outro, simbólico, referente ao “fim dos tempos”.

12,13. Tu repousarás: alusão à morte do profeta e à ressurreição. No fim do cap. 12, a tradução latina de S. Jerônimo introduz a seguinte nota: Seguimos até aqui o texto de Daniel em hebraico. O que segue, até o fim da obra, foi traduzido segundo a edição (grega) de Teodocião. De fato, as histórias de Suzana e de Bel não se encontram nas Bíblias hebraicas.




“Para que se preocupar com o caminho pelo qual Jesus quer que você chegue à pátria celeste – pelo deserto ou pelo campo – quando tanto por um como por outro se chegará da mesma forma à beatitude eterna?” São Padre Pio de Pietrelcina