1. Ouvi o que (me) diz o Senhor: Levanta-te (ó profeta), expõe o teu processo diante das montanhas, e ouçam as colinas a tua voz. (ver nota)

2. Ouvi, montanhas e sólidos fundamentos da terra, o processo do Senhor, porque o Senhor quer entrar em juízo com o seu povo, vai pleitear com Israel.

3. Povo meu, que é que te fiz, ou em que te fui molesto? Responde-me.

4. Tirei-te da terra do Egipto, livrei-te da casa da escravidão e enviei diante de ti Moisés, Aarão e Maria.

5. Povo meu, peço-te que te lembres do desígnio (contra ti) de Balac, rei de Moab, e do que lhe respondeu Balaão, filho de Beor, (em teu favor, obrigado por mim); (lembra-te de como te protegi) desde Setim até Gálgala, para reconheceres as mercês do Senhor.

6. Com que (ofertas) me apresentarei ao Senhor (responde o povo) e me prostrarei diante do Deus excelso? Oferecer-lhe porventura holocaustos, novilhos de um ano?

7. Porventura o Senhor receberá com agrado milhares de carneiros ou miriades de torrentes de azeite? Porventura sacrificar-lhe-ei pela minha maldade o meu filho primogênito, o fruto das minhas entranhas pelo pecado da minha alma?

8. Já te foi mostrado, ó homem, (responde o profeta) o que te é bom, o que o Senhor requer de ti: que pratiques a justiça, que ames a bondade e que andes humildemente diante do teu Deus.

9. A voz do Senhor clama à cidade. É sabedoria (ó Deus) temer o teu nome. Ouve, tribo; ouve, assembleia da cidade!

10. Ainda estão na casa do ímpio tesouros de iniquidade e um efa desfalcado e maldito!

11. Porventura poderei eu aprovar a balança injusta e o saquitel de pesos enganosos?

12. Visto que os ricos desta (cidade) estão cheios de iniquidades, os seus habitantes proferem a mentira e a sua língua é enganadora na sua boca,

13. por isso vou começar a ferir-te, a devastar-te, por causa dos teus pecados.

14. Comerás e não te fartarás; a fome reinará no meio de ti; procurarás resguardar (os teus bens) mas não os salvarás, e os que salvares, eu os entregarei ao fio da espada.

15. Semearás e não segarás; espremerás a azeitona e não terás azeite com que te ungir; (pisarás) os cachos e não lhes beberás o vinho.

16. Observaste os preceitos (idolátricos) de Amri e todas as práticas da casa de Acab, seguiste os seus (maus) conselhos, para que eu te entregue á devastação, e os teus moradores (ó Jerusalém) ao escárnio, e a fim de que suporteis o opróbrio do meu povo.





“Seria mais fácil a Terra existir sem o sol do que sem a santa Missa!” São Padre Pio de Pietrelcina