1. É para que sejamos homens livres que Cristo nos libertou. Ficai, portanto, firmes e não vos submetais outra vez ao jugo da escravidão.

2. Eis que eu, Paulo, vos declaro: se vos circuncidardes, de nada vos servirá Cristo.

3. E atesto novamente, a todo homem que se circuncidar: ele está obrigado a observar toda a Lei.

4. Já estais separados de Cristo, vós que procurais a justificação pela Lei. Decaístes da graça.

5. Quanto a nós, é espiritualmente, da fé, que aguardamos a justiça esperada.

6. Estar circuncidado ou incircunciso de nada vale em Cristo Jesus, mas sim a fé que opera pela caridade.

7. Corríeis bem. Quem, pois, vos cortou os passos para não obedecerdes à verdade?

8. Esta sugestão não vem daquele que vos chama.

9. Um pouco de fermento leveda toda a massa.

10. Tenho confiança no Se­nhor a vosso respeito, que de maneira alguma mudareis de sentir. Portanto, quem vos perturbar responderá por isto, seja quem for.

11. Se é verdade, irmãos, que ainda prego a circuncisão, por que, então, sou perseguido? Assim o escândalo da cruz teria cessado!

12. Oxalá acabem por mutilar-se os que vos inquietam!*

13. Vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não abuseis, porém, da liberdade como pretexto para praze­res carnais. Pelo contrário, fazei-vos servos uns dos outros pela caridade,

14. porque toda a Lei se encerra num só preceito: Amarás o teu próximo como a ti mesmo (Lv 19,18).

15. Mas, se vos mordeis e vos devorais, vede que não acabeis por vos destruirdes uns aos outros.

16. Digo, pois: deixai-vos conduzir pelo Espírito, e não satisfareis os apetites da carne.

17. Porque os desejos da carne se opõem aos do Espírito, e estes aos da carne; pois são contrários uns aos outros. É por isso que não fazeis o que quereríeis.

18. Se, porém, vos deixais guiar pelo Espírito, não estais sob a Lei.

19. Ora, as obras da carne são estas: fornicação, impureza, liber­tinagem,

20. idolatria, superstição, inimizades, brigas, ciúmes, ódio, ambição, discórdias, partidos,

21. invejas, bebedeiras, orgias e outras coisas semelhantes. Dessas coisas vos previno, como já vos preveni: os que as praticarem não herdarão o Reino de Deus!

22. Ao contrário, o fruto do Espírito é caridade, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade,

23. brandura, temperança. Contra estas coisas não há Lei.

24. Pois os que são de Jesus Cristo crucificaram a carne, com as paixões e concupiscências.

25. Se vivemos pelo Espírito, andemos também de acordo com o Espírito.

26. Não sejamos ávidos da vanglória. Nada de provocações, nada de invejas entre nós.

Bíblia Ave Maria - Alle Rechte vorbehalten.

5,12. Mutilar-se: como os sacerdotes de Cibele. Conforme outra interpretação: que eles sejam cortados.




“Dirás tu o mais belo dos credos quando houver noite em redor de ti, na hora do sacrifício, na dor, no supremo esforço duma vontade inquebrantável para o bem. Este credo é como um relâmpago que rasga a escuridão de teu espírito e no seu brilho te eleva a Deus”. São Padre Pio de Pietrelcina