Encontrados 73 resultados para: Páscoa

  • Era costume que o governador soltasse um preso a pedido do povo em cada festa de Páscoa. (São Mateus 27, 15)

  • Ora, dali a dois dias seria a festa da Páscoa e dos (pães) ázimos; e os sumos sacerdotes e os escribas buscavam algum meio de prender Jesus à traição para matá-lo. (São Marcos 14, 1)

  • No primeiro dia dos Ázimos, em que se imolava a Páscoa, perguntaram-lhe os discípulos: “Onde queres que preparemos a refeição da Páscoa?”.* (São Marcos 14, 12)

  • Segui-o e, onde ele entrar, dizei ao dono da casa: O Mestre pergunta: Onde está a sala em que devo comer a Páscoa com os meus discípulos? (São Marcos 14, 14)

  • Partiram os discípulos para a cidade e acharam tudo como Jesus lhes havia dito, e prepararam a Páscoa. (São Marcos 14, 16)

  • Seus pais iam todos os anos a Jerusalém para a festa da Páscoa. (São Lucas 2, 41)

  • Aproximava-se a festa dos pães sem fermento, chamada Páscoa.* (São Lucas 22, 1)

  • Raiou o dia dos pães sem fermento, em que se devia imolar a Páscoa.* (São Lucas 22, 7)

  • Jesus enviou Pedro e João, dizendo: “Ide e preparai-nos a ceia da Páscoa”. (São Lucas 22, 8)

  • e direis ao dono da casa: O Mestre pergunta-te: Onde está a sala em que comerei a Páscoa com os meus discípulos? (São Lucas 22, 11)

  • Foram, pois, e acharam tudo como Jesus lhes dissera; e prepararam a Páscoa. (São Lucas 22, 13)

  • Disse-lhes: “Tenho desejado ardentemente comer convosco esta Páscoa, antes de sofrer. (São Lucas 22, 15)


“Você deve ter sempre prudência e amor. A prudência tem olhos; o amor tem pernas. O amor, como tem pernas, gostaria de correr a Deus. Mas seu impulso de deslanchar na direção dEle é cego e, algumas vezes, pode tropeçar se não for guiado pela prudência, que tem olhos.” São Padre Pio de Pietrelcina