1. Ao ancião não repreendas com aspereza, mas adverte-o como a um pai, aos moços como a irmãos,

2. às mulheres de idade como a mães, às jovens como a irmãs, com toda a pureza.

3. Honra as viúvas que são realmente viúvas.

4. Se uma viúva tem filhos ou netos, como primeira obrigação aprendam estes a exercer com a própria família o dever da piedade filial e a retribuir aos pais o que deles receberam, porque isto é agradável a Deus.

5. Mas a que verdadeiramente é viúva e desamparada, põe a sua esperança em Deus e persevera noite e dia em orações e súplicas.

6. Aquela, pelo contrário, que vive nos prazeres, embora viva, está morta.

7. Recorda-lhes isto, para que sejam irrepreensíveis.

8. Quem se descuida dos seus, e principalmente dos de sua própria família, é um renegado, pior que um infiel.

9. Poderá ser inscrita como viúva apenas quem tenha pelo menos sessenta anos de idade, casada uma só vez,

10. conhecida pelo seu bom comportamento, tenha educado bem os filhos, exercido a hospitalidade, lavado os pés dos santos, socorrido os infelizes e praticado toda espécie de boas obras.

11. Não admitas viúvas jovens, porque, ao sentirem os atrativos da paixão contrária a Cristo, quererão casar-se outra vez

12. e incorrerão na censura de ter violado o primeiro compromisso.

13. Além disso, habituam-se a andar ociosas de casa em casa; e não só ociosas, mas também indiscretas e curiosas, falando coisas que não devem.

14. Quero, pois, que as viúvas jovens se casem, cumpram os deveres de mãe e cuidem do próprio lar, para não dar a ninguém ensejo de crítica.

15. Algumas já se perverteram, para irem após Satanás.

16. Se algum fiel tem viúvas em casa, procure dar-lhes assistência, de tal maneira que elas não sejam um peso para a Igreja, a fim de que esta possa socorrer as que verdadeiramente são viúvas.

17. Os presbíteros que desempenham bem o encargo de presidir sejam honrados com dupla remuneração, principalmente os que trabalham na pregação e no ensino.

18. Pois diz a Escritura: Não atarás a boca ao boi quando ele pisar o grão (Dt 25,4); e ainda: O operário é digno do seu salário (Lc 10,7).

19. Não recebas acusação contra um presbítero, senão por duas ou três testemunhas.

20. Aos que faltam às suas obrigações, repreende-os diante de todos, para que também os demais se atemorizem.

21. Eu te conjuro, diante de Deus e de Cristo Jesus e dos anjos escolhidos, a que guardes essas regras sem prevenção, nada fazendo por espírito de parcialidade.

22. A ninguém imponhas as mãos inconsideradamente, para que não venhas a tornar-te cúmplice dos pecados alheios. Conserva-te puro.

23. Não continues a beber só água, mas toma também um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes indisposições.

24. Os pecados dos homens às vezes são conhecidos já antes de levados a juízo; outras vezes o serão depois.

25. Da mesma forma, as boas obras: ou já são manifestas ou não poderão permanecer ocultas.

Bíblia Ave Maria - Todos os direitos reservados.



Livros sugeridos


“Pense na felicidade que está reservada para nós no Paraíso”. São Padre Pio de Pietrelcina

Newsletter

Receba as novidades, artigos e noticias deste portal.