1. Ao ancião não repreendas com aspereza, mas adverte-o como a um pai, aos moços como a irmãos,

2. às mulheres de idade como a mães, às jovens como a irmãs, com toda a pureza.

3. Honra as viúvas que são realmente viúvas.*

4. Se uma viúva tem filhos ou netos, como primeira obrigação aprendam estes a exercer com a própria família o dever da piedade filial e a retribuir aos pais o que deles receberam, porque isto é agradável a Deus.

5. Mas a que verdadeiramente é viúva e desampara­da, põe a sua esperança em Deus e persevera noite e dia em orações e súplicas.

6. Aquela, pelo contrário, que vive nos prazeres, embora viva, está morta.

7. Recorda-lhes isto, para que sejam irrepreensíveis.

8. Quem se descuida dos seus, e principalmente dos de sua própria família, é um renegado, pior que um infiel.

9. Poderá ser inscrita como viú­va apenas quem tenha pelo menos sessenta anos de idade, casada uma só vez,

10. conhecida pelo seu bom comportamento, tenha educado bem os filhos, exercido a hospitalidade, lavado os pés dos santos, socorrido os infelizes e praticado toda espécie de boas obras.

11. Não admitas viúvas jovens, porque, ao sentirem os atrativos da paixão contrária a Cristo, quere­rão casar-se outra vez

12. e incorrerão na censura de ter violado o primeiro compromisso.*

13. Além disso, habituam-se a andar ociosas de casa em casa; e não só ociosas, mas também indiscretas e curiosas, falando coisas que não devem.

14. Quero, pois, que as viúvas jovens se casem, cumpram os deveres de mãe e cuidem do próprio lar, para não dar a ninguém ensejo de crítica.

15. Algumas já se perverteram, para irem após Satanás.

16. Se algum fiel tem viúvas em casa, procure dar-lhes assistência, de tal maneira que elas não sejam um peso para a Igreja, a fim de que esta possa socorrer as que verdadeiramente são viúvas.

17. Os presbíteros que desempenham bem o encargo de presidir sejam honrados com dupla remuneração, principalmente os que trabalham na pregação e no ensino.

18. Pois diz a Escritura: Não atarás a boca ao boi quando ele pisar o grão (Dt 25,4); e ainda: O operário é digno do seu salário (Lc 10,7).

19. Não recebas acusação contra um presbítero, senão por duas ou três testemunhas.

20. Aos que faltam às suas obrigações, repreende-os diante de todos, para que também os demais se atemorizem.

21. Eu te conjuro, dian­te de Deus e de Cristo Jesus e dos anjos escolhidos, a que guardes essas regras sem prevenção, nada fazendo por espírito de parcialidade.

22. A ninguém imponhas as mãos inconside­radamente, para que não venhas a tornar-te cúmplice dos pecados alheios. Conserva-te puro.

23. Não continues a beber só água, mas toma também um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas frequentes indisposições.

24. Os pecados dos homens às vezes são conhecidos já antes de levados a juízo; outras vezes o serão depois.

25. Da mesma forma, as boas obras: ou já são manifestas ou não poderão permanecer ocultas.

Bíblia Ave Maria - Wszystkie prawa zastrzeżone.

5,3. Viúvas: aquelas que, permanecendo sem família, formavam uma espécie de confraria, ou aquelas cuja indigência as obrigava a viver a cargo das comunidades.

5,12. Compromisso: de perseverar no estado de viuvez.




“É necessário manter o coração aberto para o Céu e aguardar, de lá, o celeste orvalho.” São Padre Pio de Pietrelcina