3. Of a foreigner thou mayest exact [it again]: but [that] which is thine with thy brother thine hand shall release;




“Seja grato e beije docemente a mão de Deus. É sempre a mão de um pai que pune porque lhe quer bem” São Padre Pio de Pietrelcina