1. Oráculo recebido em visão pelo profeta Habacuc.

2. Até quando, Senhor, implorarei sem que escuteis? Até quando vos clamarei: “Violência!”, sem que venhais em socorro?

3. Por que me mostrais o espetáculo da iniquidade, e contemplais vós mesmo essa desgraça? Só vejo diante de mim opressão e violência, nada mais que discórdias e contendas,

4. porque a Lei se acha desacreditada, e não se vê mais a justiça; porque o ímpio cerca o justo, e a equidade encontra-se falseada.

5. Olhai para as nações e vede. Ficareis assombrados, pasmos, porque vou realizar em vossos dias uma obra, que não acreditaríeis, se vo-la contassem.*

6. Vou suscitar os caldeus, esse povo feroz e impetuoso, que se espalha através de vastas extensões de terra, para se apoderar de moradas que não são suas.

7. Ele é terrível e temível, dele próprio procedem seu direito e sua grandeza.

8. Seus cavalos são mais ligeiros que as panteras, mais ágeis que os lobos da noite. Seus cavaleiros precipitam-se; eles vêm de longe, e voam como águia que se atira sobre a presa.

9. Todos correm para a violência, olhos fixos diante de si; amontoam cativos como grãos de areia.

10. Esse povo zomba dos reis, os príncipes são o objeto de seus gracejos; ele se ri de todas as fortalezas: levanta montões de terra e toma-as.*

11. Depois o furacão muda de rumo e passa, pratica o mal, ele, cujo deus é a força.*

12. Não sois vós, Senhor, desde o princípio, o meu Deus, o meu Santo, o Imortal? Senhor, vós destinastes este povo para fazer justiça, o Rochedo, vós o designastes para aplicar castigos.*

13. Vossos olhos são por demais puros para verem o mal, não podeis contemplar o sofrimento. Por que olharíeis os ímpios e vos calaríeis, enquanto o malvado devora o justo?

14. Trataríeis os homens como os peixes do mar, como os répteis que não têm dono...*

15. Ele pesca todos com o anzol, pega-os no covo, e recolhe-os na rede: e, com isso, se alegra e exulta.*

16. Por isso, oferece sacrifícios à sua nassa, e queima perfumes à sua rede porque, graças a elas, teve pesca abundante e suculento manjar.

17. Mas continuará ele a esvaziar sua rede e a degolar impiedosamente as nações?

Bíblia Ave Maria - Tutti i diritti riservati.

1,5. Vede. É a resposta do Senhor sob forma de oráculo: os caldeus virão aparentemente como justiceiros para vingar as iniquidades, insuportáveis ao profeta. Este Versículo é citado em At 13,41.

1,10. Levanta montões: para fazer aterros.

1,11. Pratica: sentido duvidoso.

1,12. Não sois vós: o profeta repreende suas próprias lamentações.

1,14. Trataríeis: assistindo impassível às violências dos caldeus, Deus cessaria de ser o protetor dos, homens, os quais seriam então comparados aos animais.

1,15. Pega-os: trata-se do conquistador estrangeiro que “pesca” os homens de Israel.




“O amor e o temor devem sempre andar juntos. O temor sem amor torna-se covardia. São Padre Pio de Pietrelcina