1. E Davi disse: “É aqui a casa do Senhor Deus e este o altar dos holo­caustos de Israel”.

2. Mandou Davi que se juntassem os estrangeiros que viviam na terra de Israel e os empregou para trabalharem as pedras que deviam servir para a construção da casa de Deus.

3. Preparou também ferro em abundância, tanto para os pregos dos batentes das portas como para travar as juntas e uma enorme quantidade de bronze

4. e de cedros sem conta, pois os sidônios e os tírios lhe tinham enviado uma grande quantidade deles.

5. Davi dizia: “Meu filho Salomão é ainda um menino fraco e a casa que se há de construir ao Senhor deve ser de uma grande magnificência, para ser ilustre e célebre em todos os países. Quero, pois, fazer-lhe os preparativos”. Por isso, antes de morrer, ele fez grandes preparativos.

6. Depois chamou Salomão, seu filho, e ordenou-lhe que construísse o Templo do Senhor, Deus de Israel.

7. “Meu filho –, disse-lhe ele – eu tive a intenção de construir uma casa ao nome do Senhor, meu Deus.

8. Mas a palavra do Senhor me foi dirigida nesses termos: ‘Tu derramaste muito sangue e fizeste grandes guerras. Tu não construirás uma casa para meu nome, pois derramaste diante de mim muito sangue sobre a terra.*

9. Eis: um filho te nascerá, que há de ser um homem de paz, porque eu lhe darei paz frente a todos os seus inimigos ao redor. Seu nome será Salomão. E, durante seu tempo, darei paz e calma a Israel.*

10. Ele me edificará um templo; será para mim um filho; eu serei para ele um pai e firmarei para sempre o trono de sua realeza sobre Israel’.

11. Portanto, que o Senhor esteja contigo, meu filho, para que prosperes e construas o Templo do Senhor, teu Deus, segundo o que disse de ti.

12. Que o Senhor se digne conceder-te sabedoria e inteligência, quando te fizer reinar sobre Israel, para que observes a Lei do Senhor, teu Deus.

13. Prosperarás, então, se te aplicares à observância das leis e dos mandamentos que o Senhor prescreveu a Israel, por meio de Moisés. Sê forte e corajoso! Não temas, não te amedrontes.

14. Eis que, por meus esforços, preparei para a casa do Senhor cem mil talentos de ouro, um milhão de talentos de prata, bronze e ferro em tal quantidade que se não poderia pesar. Preparei também madeira e pedras; e tu ainda acrescentarás mais.*

15. Tens a teu dispor uma multidão de operários, como talhadores, pedreiros, carpinteiros e artífices hábeis em todas as espécies de ofícios.

16. O ouro, a prata, o bronze e o ferro existem em número incalculável. Vamos ao trabalho e que o Senhor esteja contigo!”

17. Davi ordenou a todos os chefes de Israel ajudar Salomão, seu filho:

18. “O Senhor, vosso Deus – disse-lhes ele – não está convosco? Não vos assegurou ele a paz em todas as vossas fronteiras? Com efeito, ele entregou nas minhas mãos os habitantes da terra, que atualmente estão sujeitos ao Senhor e a seu povo.

19. Aplicai-vos, pois, de todo o vosso coração e vossa alma a buscar o Senhor, vosso Deus. Construí o santuário do Senhor Deus, para trazer a arca da aliança do Senhor e os utensílios consagrados a Deus no templo que será edificado ao nome do Senhor”.

Bíblia Ave Maria - Sva prava pridržana.

22,8. O motivo alegado em 2Sm 7 e em 1Rs 5,3 é bem outro. Essa passagem supõe uma afinação da sensibilidade de Davi e de seu historiador.

22,9. Salomão: significa – pacífico.

22,14. Estilo e cifras hiperbólicas e inverossímeis: o talento pesa uns 36 kg! (cf. apêndice).




“De todos os que vierem pedir meu auxílio, nunca perderei nenhum!” São Padre Pio de Pietrelcina