Löydetty 1765 Tulokset: pai

  • Contou-lhe que era parente de seu pai e filho de Rebeca; e ela correu a anunciar isso ao seu pai. (Gênesis 29, 12)

  • Jacó ouviu as palavras dos fi-lhos de Labão, que diziam: “Jacó tomou tudo o que é de nosso pai, e é à sua custa que ele se tornou de tal forma rico”. (Gênesis 31, 1)

  • O Senhor disse a Jacó: “Volta para a terra dos teus pais, para a tua parentela, e eu estarei contigo”. (Gênesis 31, 3)

  • “Vejo – disse-lhes ele – pelo semblante de vosso pai, que ele não é mais para comigo o mesmo que antes. Mas o Deus de meu pai está comigo. (Gênesis 31, 5)

  • Sabeis que servi a vosso pai o melhor que pude, (Gênesis 31, 6)

  • Foi Deus mesmo que tomou o rebanho de vosso pai para me dar. (Gênesis 31, 9)

  • Raquel e Lia responderam: “Resta-nos porventura ainda alguma parte de herança na casa de nosso pai? (Gênesis 31, 14)

  • Toda a riqueza, que Deus tomou de nosso pai, é para nós e para nossos filhos. Faze, pois, o que Deus te disse”. (Gênesis 31, 16)

  • Levou todos os seus reba­nhos, todos os bens que tinha ajuntado, o rebanho que lhe pertencia, adquirido em Padã-Aram, e partiu para junto de seu pai Isaac, na terra de Canaã. (Gênesis 31, 18)

  • Raquel, aproveitando um momento em que seu pai fora tosquiar suas ovelhas, roubou os terafim de seu pai;* (Gênesis 31, 19)

  • Eu poderia agora fazer-vos mal, mas o Deus de teu pai disse-me na última noite: ‘Guarda-te de dizer algo a Jacó’. (Gênesis 31, 29)

  • Raquel disse ao seu pai: “Não se irrite o meu senhor, se não posso levantar-me em sua presença, pois acho-me agora com a indisposição que costuma vir às mulhe­res”. Revistou, pois, mas não encontrou os terafim. (Gênesis 31, 35)


“Mesmo quando perdemos a consciência deste mundo, quando parecemos já mortos, Deus nos dá ainda uma chance de entender o que é realmente o pecado, antes de nos julgar. E se entendemos corretamente, como podemos não nos arrepender?” São Padre Pio de Pietrelcina