Löydetty 577 Tulokset: Egito

  • Sobreveio, porém, uma fome na região; e sendo grande a miséria, Abrão desceu ao Egito para aí viver algum tempo. (Gênesis 12, 10)




  • Quando estava para entrar no Egito, disse a Sarai, sua mulher: “Escuta, sei que és uma mulher formosa. (Gênesis 12, 11)

  • Chegando Abrão ao Egito, os egíp­­­cios notaram que sua mulher era extremamente bela. (Gênesis 12, 14)

  • Abrão voltou do Egito para Ne­gueb com sua mulher e tudo o que lhe pertencia. Ló o acompanhava. (Gênesis 13, 1)

  • Ló, levantando os olhos, viu que toda a planície do Jordão era regada de água (o Senhor não tinha ainda destruído Sodoma e Gomorra) como o jardim do Senhor, como a terra do Egito ao lado de Tsoar. (Gênesis 13, 10)

  • Naquele dia, o Senhor fez aliança com Abrão: “Eu dou – disse ele – esta terra aos teus descendentes, desde a torrente do Egito até o grande rio Eufrates: (Gênesis 15, 18)

  • Seus filhos habitaram desde Hévila até Sur, que se encontra defronte do Egito, na direção da Assíria. Ele se instalou assim em frente de todos os seus irmãos. (Gênesis 25, 18)




  • O Senhor apareceu-lhe e disse-lhe: “Não desças ao Egito; fica na terra que eu te indico. (Gênesis 26, 2)

  • E, sentando-se para comer, eis que, levantando os olhos, viram surgir no horizonte uma caravana de ismaelitas vinda de Galaad. Seus camelos estavam carregados de resina, de bálsamo e de ládano, que transportavam para o Egito.* (Gênesis 37, 25)

  • E, quando passaram os negociantes madianitas, tiraram José da cisterna e venderam-no por vinte moedas de prata aos ismae­litas, que o levaram para o Egito. (Gênesis 37, 28)

  • Os madianitas venderam-no a Putifar, no Egito, eunuco do faraó e chefe da guarda. (Gênesis 37, 36)

  • José foi conduzido ao Egito, e Putifar, um oficial egípcio do faraó, chefe da guarda, comprou-o aos ismaeli­tas que o levavam. (Gênesis 39, 1)




“Quanto mais se caminha na vida espiritual, mais se sente a paz que se apossa de nós.” São Padre Pio de Pietrelcina