Found 14 Results for: sidônios

  • (os sidônios dão a Hermon o nome de Sarion e os amorreus, o de Sa­nir); (Deuteronômio 3, 9)




  • os heveus, ao meio-dia; toda a terra dos cananeus, e Maara dos sidônios, até Afec e a fronteira dos amorreus; (Josué 13, 4)

  • todos os habitantes da montanha, desde o Líbano até as águas de Maserefot, todos os sidônios. Eu os expulsarei diante dos israelitas. Reparte, pois, essa terra por sorte em herança a Israel, como prescrevi. (Josué 13, 6)

  • Eram os cinco príncipes dos filisteus, todos os cananeus, os sidônios, os heveus que habitavam os montes do Líbano, desde a montanha de Baal-Hermon até a entrada de Emat. (Juízes 3, 3)

  • E quando os sidônios, os amalecitas e Maon vos oprimiam e vós clamastes a mim, não vos libertei? (Juízes 10, 12)

  • Os cinco homens puseram-se a caminho e foram até Lais. Viram ali um povo que habitava seguro, pacífico e tranquilo, segundo o costume dos sidônios. Não havia naquela terra nenhum rei que dominasse sobre os seus habitantes ou que os molestasse em coisa alguma. Viviam longe dos sidônios e não tinham relações com ninguém. (Juízes 18, 7)

  • Dá ordem, pois, aos teus servos, que me cortem cedros do Líbano. Meus operários trabalharão com os teus e pagarei a estes o salário que pedires, pois sabes que não há ninguém entre nós que saiba cortar árvores como os sidônios”. (I Reis 5, 20)




  • Salomão prestou culto a As­tarte, deusa dos sidônios e a Melcom, o abominável ídolo dos amonitas. (I Reis 11, 5)

  • Abandonaram-me, prostraram-se diante de Astarte, deusa dos sidônios, diante de Camos, deus de Moab, e diante de Melcom, deus dos amonitas. Não andaram em meus caminhos, para fazer o que é bom diante de meus olhos e observar minhas leis e ordens, como o fez Davi, pai de Salomão. (I Reis 11, 33)

  • Como se lhe não bastasse o andar nos pecados de Jeroboão, filho de Nabat, desposou ainda Jezabel, filha de Etbaal, rei dos sidônios e chegou até a render culto a Baal, prostrando-se diante dele. (I Reis 16, 31)

  • O rei profanou igualmente os lugares altos situados defronte de Jerusalém, à direita do monte da Perdição. Salomão, rei de Israel, tinha-os levantado em honra de Astarte, ídolo abominável dos sidônios, de Camos, ídolo abominável dos moabitas e de Melcom, ídolo abominável dos amonitas. (II Reis 23, 13)

  • e de cedros sem conta, pois os sidônios e os tírios lhe tinham enviado uma grande quantidade deles. (I Crônicas 22, 4)




“Jesus vê, conhece e pesa todas as suas ações.” São Padre Pio de Pietrelcina