1. Lista dos sacerdotes e levitas que voltaram com Zorobabel, filho de Salatiel, e com Josué: Saraías, Jeremias, Esdras,

2. Amarias, Meluc, Hatus,

3. Seque­nias, Reum, Meremot,

4. Ado, Genton, Abias,

5. Miamin, Madias, Belga, Semeías,

6. Joiarib, Jedaías, Salu, Amoc, Helcias, Jedaías.

7. Tais eram os chefes dos sacerdotes e seus irmãos no tempo de Josué.

8. Os levitas: Josué, Benui, Cadmiel, Serebias, Judá, Matanias, que estava com seus irmãos, dirigindo o canto de louvores;

9. Becbecias e Ani, seus irmãos, alternavam com eles.

10. Josué gerou Joaquim, Joaquim gerou Eliasib, Eliasib gerou Joiada,

11. Joiada gerou Joanã, Joanã gerou Jedua.

12. Eis os chefes das famílias sacerdotais no tempo de Joaquim: para a de Saraías, Maraías; para a de Jeremias, Hananias; 13-21 para a de Esdras, Mesolam; para a de Amarias, Joa­nã; para a de Meluc, Jônatas; para a de Sebanias, José; para a de Harim, Ednas; para a de Maraiot, Helci; para a de Ado, Zacarias; para a de Genton, Mesolam; para a de Abias, Zecri; para a de Miniamin e Moadias, Felti; para a de Belga, Samua; para a de Se­meías, Jônatas; para a de Joiarib, Matanai; para a de Jedaías, Ozi; para a de Selai, Celai; para a de Amoc, Héber; para a de Helcias, Hasabias; para a de Jedaías, Natanael.

22. Sob o reinado de Dario, rei da Pérsia, fez-se uma lista de todos os chefes de famílias levíticas e sacerdotais do tempo de Eliasib, de Joiada, de Joanã e de Jedua.

23. No Livro das Crônicas, os chefes de famílias levíticas só estão inscritos até o tempo de Joanã, filho de Eliasib.

24. Os chefes dos levitas foram, pois: Hasabias, Serebias, Josué, Benui e Cadmiel, encarregados, com os seus irmãos, colocados diante deles, de alternar com eles o serviço dos louvores ao Senhor segundo o rito instituído por Davi, homem de Deus.

25. Matanias, Becbecias, Abdias, Mesolam, Telmon e Acub eram porteiros e tinham a guarda das portas.

26. Tais eram os que estavam em funções no tempo de Joaquim, filho de Josué, filho de Josedec e no tempo do governador Neemias e de Esdras, o sacerdote e escriba.

27. Por ocasião da inauguração das muralhas de Jerusalém, convocaram-se os levitas de todos os lugares onde habitavam, para que viessem a Jerusalém celebrar alegremente tal dedicação com hinos e cân­ticos, ao som de címbalos, cítaras e harpas.

28. Os filhos dos cantores reuniram-se dos campos vizinhos de Jerusalém e das cidades dos netofateus, de Bet-Guilgal e do território de Gaba e de Azmot,

29. porque os cantores tinham construído aldeias nos arredores de Jerusalém.

30. Os sacerdotes e levitas purificaram-se e depois purificaram o povo, as portas e a muralha.

31. Fiz então subir à muralha os chefes de Judá e formei dois grandes coros para o cortejo. Um ia pela direita, por cima da muralha, na direção da porta da Esterqueira.

32. Em seguida, caminhavam Osaías e a metade dos chefes de Judá,

33. Azarias, Esdras, Mesolam,

34. Judá, Benjamim, Semeías e Jeremias;

35. depois os filhos dos sacerdotes com trombetas: Zacarias, filho de Jônatas, filho de Se­meías, filho de Matanias, filho de Miqueias, filho de Zacur, filho de Asaf,

36. e seus irmãos Semeías, Azareel, Malalai, Galalai, Maai, Natanael, Judá e Hanani, com os instrumentos musicais de Davi, homem de Deus. O escriba Esdras ia à frente deles.

37. Chegando à porta da fonte, subiram reto diante de si os degraus da Cidade de Davi, pela subida da muralha que protege a casa de Davi até atingir a porta da Água, ao oriente.

38. O segundo coro pôs-se a caminho por cima da muralha, do lado oposto, e eu o seguia com a outra metade da multidão.

39. Passando por cima da torre dos Fornos, caminhou-se até a muralha larga; depois por cima da porta de Efraim, da torre de Hananeel, da torre de Mea, até a porta das Ovelhas; e paramos à porta da Prisão.

40. Os dois coros se detiveram na casa de Deus, bem como eu e a metade dos magistrados que me acompanhavam,

41. e os sacerdotes Eliaquim, Maasias, Miniamin, Miqueias, Elioenai, Zacarias, Hananias, munidos de trombetas,

42. e Maasias, Semeías, Eleazar, Ozi, Joanã, Melquias, Elam e Ezer. E os cantores se fizeram ouvir, sob a direção de Jezraías.

43. Ofereceram-se naquele dia grandes sacrifícios e houve muita alegria porque Deus havia dado ao povo um grande motivo de alegria. As mulheres e as crianças tomaram parte também nas festividades e de muito longe ouviam-se os gritos de alegria que ecoavam de Jerusalém.

44. Naquele tempo, estabeleceram-se homens para guardar as salas que serviam de depósito para as oferendas, as ofertas, as primícias e os dízimos, onde foram recolhidas, em suas diversas divisões, as partes assinaladas pela Lei aos sacerdotes e levitas. O povo de Judá alegrou-se, vendo em seus postos os sacerdotes e os levitas,

45. os quais, do mesmo modo que os cantores e os porteiros, asseguravam o serviço de seu Deus e os ritos das purificações, segundo as ordens de Davi e de Salomão, seu filho.

46. Com efeito, no tempo de Davi e de Asaf, havia chefes de cantores que cantavam louvores e ações de graças a Deus.

47. E agora, no tempo de Zorobabel e de Neemias, Israel inteiro servia cotidianamente porções destinadas aos cantores e porteiros; e dava as ofertas sagradas aos levitas, os quais entregavam sua parte aos filhos de Aarão.

Bíblia Ave Maria - All rights reserved.




“Todas as pessoas que escolhem a melhor parte (viver em Cristo) devem passar pelas dores de Cristo; algumas mais, algumas menos…” São Padre Pio de Pietrelcina