Encontrados 39 resultados para: vaidade

  • Setenta anos é o total de nossa vida, os mais fortes chegam aos oitenta. A maior parte deles, sofrimento e vaidade, porque o tempo passa depressa e desaparecemos. (Salmos 89, 10)

  • Não permitais que meus olhos vejam a vaidade, fazei-me viver em vossos caminhos. (Salmos 118, 37)

  • Tesouros adquiridos pela mentira: vaidade passageira para os que procuram a morte. (Provérbios 21, 6)


  • Vaidade das vaidades, diz o Eclesiastes, vaidade das vaidades! Tudo é vaidade. (Eclesiastes 1, 2)

  • Vi tudo o que se faz debaixo do sol, e eis: tudo vaidade, e vento que passa. (Eclesiastes 1, 14)

  • Eu disse comigo mesmo: Vamos, tentemos a alegria e gozemos o prazer. Mas isso é também vaidade. (Eclesiastes 2, 1)

  • Mas, quando me pus a considerar todas as obras de minhas mãos e o trabalho ao qual me tinha dado para fazê-las, eis: tudo é vaidade e vento que passa; não há nada de proveitoso debaixo do sol. (Eclesiastes 2, 11)

  • e disse comigo mesmo: A minha sorte será a mesma que a do insensato. Então para que me serve toda a minha sabedoria? Por isso disse eu comigo mesmo, que tudo isso é ainda vaidade. (Eclesiastes 2, 15)

  • E eu detestei a vida, porque, a meus olhos, tudo é mau no que se passa debaixo do sol, tudo é vaidade e vento que passa. (Eclesiastes 2, 17)

  • E quem sabe se ele será sábio ou insensato? Contudo, é ele que disporá de todo o fruto dos meus trabalhos que debaixo do sol em custaram trabalho e sabedoria. Também isso é vaidade. (Eclesiastes 2, 19)

  • Que um homem trabalhe com sabedoria, ciência e bom êxito para deixar o fruto de seu labor a outro que em nada colaborou, note-se bem, é uma vaidade e uma grande desgraça. (Eclesiastes 2, 21)

  • Todos os seus dias são apenas dores, seu trabalhos apenas tristezas; mesmo durante a noite ele não goza de descanso. Isto é ainda vaidade. (Eclesiastes 2, 23)

“Nossa Senhora recebeu pela inefável bondade de Jesus a força de suportar até o fim as provações do seu amor. Que você também possa encontrar a força de perseverar com o Senhor até o Calvário!” São Padre Pio de Pietrelcina