Encontrados 16 resultados para: desertos

  • Mandarei contra vós as feras do campo, que devorarão vossos filhos, matarão vossos animais e vos reduzirão a um pequeno número, de modo que os vossos caminhos se tornarão desertos. (Levítico 26, 22)

  • Nos dias de Samgar, filho de Anat, nos dias de Jael, estavam desertos os caminhos, e os viajantes seguiam veredas tortuosas. (Juízes 5, 6)

  • Desertos se achavam os campos em Israel, desertos, senão quando eu, Débora, me levantei, me levantei como uma mãe em Israel. (Juízes 5, 7)

  • Ao sair do mar Vermelho, ocuparam os desertos do monte Sinai, onde nunca homem algum pôde habitar, nem um ser humano se fixar. (Judite 5, 14)

  • Mas aquele que lança seu desprezo sobre os grandes, e os faz errar por ínvios desertos, (Salmos 106, 40)

  • Mudai, Senhor, a nossa sorte, como as torrentes nos desertos do sul. (Salmos 125, 4)

  • Nós nos manchamos nas sendas da iniqüidade e da perdição, erramos pelos desertos sem caminhos e não conhecemos o caminho do Senhor! (Sabedoria 5, 7)

  • (A geada) devora os montes, queima os desertos, resseca como o fogo tudo o que é verde. (Eclesiástico 43, 23)

  • Os caminhos estão desertos, não há mais transeuntes nas veredas; o inimigo violou o tratado, desprezou as testemunhas, e não teve consideração para com ninguém. (Isaías 33, 8)

  • Olho: tornaram-se desertos os campos; todas as cidades foram destruídas diante do Senhor, ante a fúria de sua cólera. (Jeremias 4, 26)

  • Eis o que diz o Senhor dos exércitos, Deus de Israel: vistes todas as calamidades que fiz recair sobre Jerusalém e sobre todas as cidades de Judá. Converteram-se, agora, em desertos inabitáveis. (Jeremias 44, 2)

  • Tornaram-se desertos seus arredores, terra árida e desolada, onde ninguém mais há de morar, e nenhum ser humano habitar. (Jeremias 51, 43)

“A pessoa que nunca medita é como alguém que nunca se olha no espelho e, assim, não se cuida e sai desarrumada. A pessoa que medita e dirige seus pensamentos a Deus, que é o espelho de sua alma, procura conhecer seus defeitos, tenta corrigi-los, modera seus impulsos e põe em ordem sua consciência.” São Padre Pio de Pietrelcina