Encontrados 10 resultados para: amiga

  • Dize à sabedoria: Tu és minha irmã, e chama a inteligência minha amiga, (Provérbios 7, 4)

  • Eu, a Sabedoria, sou amiga da prudência, possuo uma ciência profunda. (Provérbios 8, 12)

  • - À égua dos carros do faraó eu te comparo, ó minha amiga; (Cântico dos Cânticos 1, 9)


  • - Como és formosa, amiga minha! Como és bela! Teus olhos são como pombas. (Cântico dos Cânticos 1, 15)

  • - Como o lírio entre os espinhos, assim é minha amiga entre as jovens. (Cântico dos Cânticos 2, 2)

  • Meu bem-amado disse-me: Levanta-te, minha amiga, vem, formosa minha. (Cântico dos Cânticos 2, 10)

  • És toda bela, ó minha amiga, e não há mancha em ti. (Cântico dos Cânticos 4, 7)

  • - Eu dormia, mas meu coração velava. Eis a voz do meu amado. Ele bate. Abre-me, minha irmã, minha amiga, minha pomba, minha perfeita; minha cabeça está coberta de orvalho, e os cachos de meus cabelos cheios das gotas da noite. (Cântico dos Cânticos 5, 2)

  • - És formosa, amiga minha, como Tirsa, graciosa como Jerusalém, temível como um exército em ordem de batalha. (Cântico dos Cânticos 6, 4)

  • Mas, (a morte), os ímpios a chamam com o gesto e a voz. Crendo-a amiga, consomem-se de desejos, e fazem aliança com ela; de fato, eles merecem ser sua presa. (Sabedoria 1, 16)

“O sábio elogia a mulher forte dizendo: os seu dedos manejaram o fuso. A roca é o alvo dos seus desejos. Fie, portanto, cada dia um pouco. Puxe fio a fio até a execução e, infalivelmente, você chegará ao fim. Mas não tenha pressa, pois senão você poderá misturar o fio com os nós e embaraçar tudo.” São Padre Pio de Pietrelcina