Encontrados 21074 resultados para: às

  • A terra estava sem forma e vazia; as trevas cobriam­ o abismo e o Espírito de Deus pairava sobre as águas. (Gênesis 1, 2)




  • Deus viu que a luz era boa, e separou a luz das trevas. (Gênesis 1, 4)

  • Deus chamou à luz dia, e às trevas noite. Sobreveio a tarde e depois a manhã: foi o primeiro dia. (Gênesis 1, 5)

  • Deus disse: “Faça-se um firmamento entre as águas, e separe ele umas das ou­tras”. (Gênesis 1, 6)

  • Deus fez o firmamento e separou as águas que estavam debaixo do firmamento daquelas que estavam por cima. (Gênesis 1, 7)

  • E assim se fez. Deus chamou ao firmamento céu. Sobreveio a tarde e depois a manhã: foi o segundo dia.* (Gênesis 1, 8)

  • Deus disse: “Que as águas que estão debaixo do céu se juntem num mesmo lugar, e apareça o elemento árido”. E assim se fez. (Gênesis 1, 9)




  • Deus chamou ao elemento árido terra, e ao ajuntamento das águas mar. E Deus viu que isso era bom. (Gênesis 1, 10)

  • Deus disse: “Produza a terra plan­­tas, ervas que contenham semente e á­r­vores frutíferas que deem fruto segundo a sua espécie e o fruto contenha a sua semente”. E assim foi feito. (Gênesis 1, 11)

  • A terra pro­duziu plantas, ervas que contêm semente segundo a sua espécie, e árvores que produzem fruto segundo a sua espécie, contendo o fruto a sua semente. E Deus viu que isso era bom. (Gênesis 1, 12)

  • Deus disse: “Façam-se luzeiros no firmamento do céu para separar o dia da noite. Que sirvam eles de sinais e marquem o tempo, os dias e os anos, (Gênesis 1, 14)

  • e resplande­çam no firmamento do céu para iluminar a terra”. E assim se fez. (Gênesis 1, 15)




“Deus quer que as suas misérias sejam o trono da Sua misericórdia.” São Padre Pio de Pietrelcina