1. A palavra do Senhor foi dirigida pela segunda vez a Jonas nestes termos:

2. “Vai a Nínive, a grande cidade, e faze-lhe conhecer a mensagem que te ordenei”.

3. Jonas pôs-se a caminho e foi a Nínive, segundo a ordem do Senhor. Nínive era, diante de Deus, uma grande cidade: eram precisos três dias para percorrê-la.*

4. Jonas foi pela cidade durante todo um dia, pregando: “Daqui a quarenta dias, Nínive será destruída”.

5. Os ninivitas creram nessa mensagem de Deus, e proclamaram um jejum, vestindo-se de sacos desde o maior até o menor.

6. A notícia chegou ao conhecimento do rei de Nínive; ele levantou-se do seu trono, tirou o manto, cobriu-se de saco e sentou-se sobre a cinza.

7. Em seguida, foi publicado pela cidade, por ordem do rei e dos príncipes, este decreto: “Fica proibido aos homens e aos animais, tanto do gado maior como do menor, comer o que quer que seja, assim como pastar ou beber.

8. Homens e animais se cobrirão de sacos. Todos clamem a Deus, em alta voz; deixe cada um o seu mau caminho e converta-se da violência que há em suas mãos.*

9. Quem sabe, Deus se arrependerá, acalmará o ardor de sua cólera e deixará de nos perder!”.

10. Diante de uma tal atitude, vendo como renunciavam aos seus maus cami­nhos, Deus arrependeu-se do mal que resolvera fazer-lhes, e não o executou.

Bíblia Ave Maria - Todos os direitos reservados.

3,3. Diante de Deus: hebraísmo para marcar o superlativo.

3,7. Ver alusão em Mt 12,4 1; Lc 11,30. 32.




Livraria Católica

Conheça esses e outros livros em nossa livraria.



O maldito “eu” o mantém apegado à Terra e o impede de voar para Jesus. São Padre Pio de Pietrelcina