32. Jesus, o Bom Pastor

  1. JESUS É O BOM PASTOR
    Naquele tempo, Jesus disse: "Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas suas ovelhas. Eu conheço as minhas ovelhas e as minhas ovelhas me conhecem e eu dou a vida pelas minhas ovelhas. Tenha também outras ovelhas que não são deste aprisco e importa que eu as traga; e elas ouvirão a minha voz e haverá um só rebanho e um só pastor".

  2. JESUS E A CONVERSÃO DOS PECADORES
    Os fariseus murmuravam contra Jesus, dizendo: "Ele recebe os pecadores e come com eles". Então Jesus contou esta parábola: "Qual de vós, tendo cem ovelhas e perdendo uma, não deixa as noventa e nove no deserto para correr atrás daquela que se perdeu até encontrá-la? E quando a encontra, coloca-a com alegria sobre os ombros e, entrando em casa, reúne os amigos e vizinhos e diz-lhes: 'Alegrai-vos comigo porque encontrei a ovelhinha perdida'. Eu vos digo: assim também haverá alegria no céu por um só pecador que faça penitência".

  3. PARÁBOLA DO FILHO PRÓDIGO
    Jesus disse: "Um homem tinha dois filhos e o mais novo disse ao pai: 'Pai, dai-me a parte dos bens que me pertence'. E o pai repartiu os bens entre eles. Passados alguns dias, o mais novo juntou tudo o que era seu e partiu para uma terra distante onde dissipou seus bens.
    Houve então grande fome nessa terra. E o rapaz, como já não tinha nada, colocou-se a serviço de um homem que o mandou para os campos tomar conta dos porcos. E ele queria saciar sua fome com a lavagem dos porcos, mas ninguém a dava. Caindo em si, disse: 'Retornarei para meu pai e direi: Pai, pequei contra o céu e contra vós. Já não sou digno de ser chamado vosso filho. Tratai-me como um de vossos servos'.
    E pôs-se logo a caminho. Seu pai avistou-o ainda de longe e, cheio de compaixão, correu ao seu encontro para abraçar e beijar. Disse-lhe o filho: 'Pai, pequei contra o céu e contra vós. Já não sou digno de ser chamado vosso filho'. Mas o pai disse aos criados: 'Trazei depressa as vestes mais preciosas e dai-lhe; coloque-lhe um anel no dedos e sandálias nos pés. Matai um cordeiro gordo para fazermos um banquete porque este meu filho estava morto e reviveu, andava perdido e foi encontrado"
    .

  4. JESUS AMA AS CRIANÇAS
    Traziam também a Jesus as criancinhas para que lhes impusesse as mãos e orasse sobre elas. Os discípulos queriam afastá-las, mas Jesus disse: "Deixai vir a mim os pequeninos e não os afasteis porque o reino dos céus é deles e dos que se parecem com eles". E pegava nelas ao colo, impunha-lhes as mãos e abençoava-as.
    Um dia os discípulos perguntaram-lhe: "Mestre, quem será o maior no reino dos céus?". Jesus chamou uma criancinha e, colocando-a no meio deles, disse-lhes: "Em verdade vos digo: se vós não vos converterdes e não vos tornares como crianças, não entrareis no reino dos céus".





“Queira o dulcíssimo Jesus conservar-nos na Sua graça e dar-nos a felicidade de sermos admitidos, quando Ele quiser, no eterno convívio…” São Padre Pio de Pietrelcina

Newsletter

Receba as novidades, artigos e noticias deste portal.