Fundar 613 Resultados para: sei

  • O Senhor disse a Caim: “Onde está teu irmão Abel?”. Caim res­pondeu: “Não sei! Sou porventura eu o guarda de meu irmão?”. (Gênesis 4, 9)




  • Noé tinha seiscentos anos quando veio o dilúvio sobre a terra. (Gênesis 7, 6)

  • No ano seiscentos da vida de Noé, no segundo mês, no décimo sétimo dia do mês, romperam-se naquele dia todas as fontes do grande abismo, e abriram-se as barreiras do céu. (Gênesis 7, 11)

  • No ano seiscentos e um, no pri­mei­ro mês, no primeiro dia do mês, as águas se tinham secado sobre a terra. Noé descobriu o teto da arca, olhou e viu que a superfície do solo estava seca. (Gênesis 8, 13)

  • Quando estava para entrar no Egito, disse a Sarai, sua mulher: “Escuta, sei que és uma mulher formosa. (Gênesis 12, 11)

  • e os horreus, em sua montanha de Seir até El-Farã, cerca do deserto. (Gênesis 14, 6)

  • Quando o sol se pôs, formou-se uma densa escuridão, e eis que um braseiro fumegante e uma tocha ardente passaram pelo meio das carnes divididas. (Gênesis 15, 17)




  • Abrão tinha a idade de oitenta e seis anos quando Agar lhe deu à luz Ismael. (Gênesis 16, 16)

  • “Meu Senhor – disse ele – se encontrei graça diante de vossos olhos, não passeis avante sem vos deterdes em casa de vosso servo. (Gênesis 18, 3)

  • Deus disse-lhe em sonhos: ‘‘Sei que é na simplicidade do teu coração que agiste assim; por isso, preservei-te de pecar contra mim, e não deixei que a tocasses. (Gênesis 20, 6)

  • “Não estendas a tua mão contra o menino, e não lhe faças nada. Agora sei que temes a Deus, pois não me recusaste teu próprio filho, teu filho único.” (Gênesis 22, 12)

  • Isaac disse: “Tu vês, estou velho e não sei quando vou morrer. (Gênesis 27, 2)




“Pobres e desafortunadas as almas que se envolvem no turbilhão de preocupações deste mundo. Quanto mais amam o mundo, mais suas paixões crescem, mais queimam de desejos, mais se tornam incapazes de atingir seus objetivos. E vêm, então, as inquietações, as impaciências e terríveis sofrimentos profundos, pois seus corações não palpitam com a caridade e o amor. Rezemos por essas almas desafortunadas e miseráveis, para que Jesus, em Sua infinita misericórdia, possa perdoá-las e conduzi-las a Ele.” São Padre Pio de Pietrelcina