Encontrados 68 resultados para: refúgio

  • Quanto às cidades que dareis aos levitas, seis serão cidades de refúgio destinadas ao asilo dos homicidas, e mais quarenta e duas cidades. (Números 35, 6)

  • escolhereis cidades de refúgio onde se possam retirar os homicidas que tiverem involuntariamente matado. (Números 35, 11)

  • Serão cidades de refúgio, e servirão aos israelitas, aos peregrinos e a qualquer outro que habite no meio de vós, para ali encontrar asilo quando houver matado alguém por descuido. (Números 35, 15)

  • A assembleia livrará o homicida da mão do vingador de sangue e o recon­duzirá à cidade de refúgio onde se tinha abrigado. Permanecerá ali até a morte do sumo sacerdote que foi ungido com o santo óleo. (Números 35, 25)

  • Mas, se o homicida se encontra fora dos limites da cidade de refúgio, para onde se tinha retirado, (Números 35, 26)

  • porque o criminoso deveria permanecer na ci­dade de refúgio até a morte do sumo sacerdote. Somente depois que este morresse, poderia o homicida voltar para a terra onde ele tivesse a sua propriedade. (Números 35, 28)

  • Tampouco aceitareis resgate pelo refugiado em uma cidade de refúgio, de maneira que ele volte a habitar na sua terra antes da morte do sumo sacerdote. (Números 35, 32)

  • Farás estradas que conduzam a elas e dividirás em três partes a terra que te dá o Senhor, teu Deus, a fim de que todo homicida possa encontrar refúgio nessas cidades. (Deuteronômio 19, 3)

  • os anciãos de sua cidade mandarão tirá-lo do lugar de seu refúgio, e o entregarão nas mãos do vingador do sangue, para ser morto. (Deuteronômio 19, 12)

  • o Deus dos tempos antigos que é o teu refúgio e teu apoio os seus braços eternos, que, para te socorrer, cavalga o céu e as nuvens majestosamente. Expulsa o inimigo de diante de ti e te diz: Extermina!* (Deuteronômio 33, 27)

  • ‘Separai para vós as cidades de refúgio das quais vos falei por meio de Moisés, (Josué 20, 2)

  • para que nelas se possa refu­giar o homicida que tiver matado alguém inadvertidamente, sem querer: elas vos servirão de refúgio contra o vingador do sangue’. (Josué 20, 3)


“O Senhor sempre orienta e chama; mas não se quer segui-lo e responder-lhe, pois só se vê os próprios interesses. Às vezes, pelo fato de se ouvir sempre a Sua voz, ninguém mais se apercebe dela; mas o Senhor ilumina e chama. São os homens que se colocam na posição de não conseguir mais escutar.” São Padre Pio de Pietrelcina