Encontrados 135 resultados para: real

  • Mas no sétimo mês, Ismael, filho de Natanias, filho de Elisama, de linhagem real, veio com dez homens e assassinaram Godolias, matando ao mesmo tempo os judeus e os caldeus que estavam com ele em Masfa. (II Reis 25, 25)




  • Depois de Aquitofel, vinham Joiada, filho de Banaías, e Abiatar. Joab era general do exército real. (I Crônicas 27, 34)

  • Bendito seja o Senhor, Deus de Israel, que fez o céu e a terra, que deu ao rei Davi um filho sábio, inteligente e prudente, que vai construir um templo ao Senhor, assim como um palácio real. (II Crônicas 2, 11)

  • Acabara, pois, o rei, o templo e o palácio real. Tinha levado a bom termo tudo o que tencionava fazer no Templo do Senhor e em sua própria residência. (II Crônicas 7, 11)

  • Com essa madeira de sândalo o rei fez degraus para o Templo do Senhor e para o palácio real, harpas e liras para os cantores. Nunca ainda se tinha visto semelhante madeira na terra de Judá. (II Crônicas 9, 11)

  • Sesac, rei do Egito, atacou, pois, Jerusalém. Levou os tesouros do Templo do Senhor e os do palácio real, sem nada deixar. Levou especialmente os escudos de ouro que Salomão tinha fabricado. (II Crônicas 12, 9)

  • Para substituí-los, o rei Roboão mandou fazer escudos de bronze e os entregou em mãos dos chefes das guardas da porta do palácio real. (II Crônicas 12, 10)




  • Mas Asa mandou tomar a prata e o ouro dos tesouros do templo e do palácio real e enviou uma delegação a Ben-Adad, rei da Síria, para lhe dizer: (II Crônicas 16, 2)

  • Eles subiram a Judá, irrom­peram por toda a parte, pilharam todas as riquezas que estavam amontoadas no palácio real e levaram seus filhos com suas mulheres, de modo que só lhe ficou Joacaz, o filho mais novo.* (II Crônicas 21, 17)

  • Quando Atalia, mãe de Ocozias, viu seu filho morto, resolveu exterminar toda a estirpe real da casa de Judá. (II Crônicas 22, 10)

  • outra terça parte vigiará o palácio real e a outra terça parte guardará a porta de Jesod, enquanto que todo o resto do povo ocupará os átrios do templo. (II Crônicas 23, 5)

  • Agarraram-na e ao chegarem ao palácio real pelo portão dos cavalos, foi ela morta nesse lugar. (II Crônicas 23, 15)




“A divina bondade não só não rejeita as almas arrependidas, como também vai em busca das almas teimosas”. São Padre Pio de Pietrelcina