Encontrados 297 resultados para: porta

  • Se praticares o bem, sem dúvida alguma poderás reabilitar-te. Mas se procederes mal, o pecado estará à tua porta, esprei­tando-te; mas, tu deverás dominá-lo”. (Gênesis 4, 7)




  • Farás no alto da arca uma abertura com a dimensão de um côvado. Porás a porta da arca a um lado, e cons­truirás três andares de compartimentos. (Gênesis 6, 16)

  • Eles chegavam, macho e fêmea, de cada espécie. Como Deus tinha ordenado a Noé. E o Senhor fechou a porta atrás dele. (Gênesis 7, 16)

  • Pela tarde chegaram os dois anjos a Sodoma. Ló, que estava assentado à porta da cidade, ao vê-los, levantou-se e foi-lhes ao encontro e prostrou-se com o rosto por terra.* (Gênesis 19, 1)

  • Saiu Ló a ter com eles no limiar da casa, fechou a porta atrás de si (Gênesis 19, 6)

  • Eles responderam: “Retira-te daí! – e acrescentaram: Eis um indivíduo que não passa de um estrangeiro no meio de nós e se arvora em juiz! Pois bem, verás como te havemos de tratar pior do que a eles”. E, empurrando Ló com violência, avançaram para quebrar a porta. (Gênesis 19, 9)

  • Mas os dois (viajantes) estenderam a mão e, tomando Ló para dentro de casa, fecharam de novo a porta. (Gênesis 19, 10)




  • E feriram de cegueira os homens que estavam fora, jovens e velhos, que se esforçavam em vão por reen­contrar a porta. (Gênesis 19, 11)

  • Multiplicarei a tua posteridade como as estrelas do céu, e como a areia na praia do mar. Ela possuirá a porta dos teus inimigos, (Gênesis 22, 17)

  • Ora, Efron achava-se assentado no meio dos filhos de Het. Efron, o hiteu, respondeu a Abraão em presença dos filhos de Het e de todos os que entravam pela porta da cidade: (Gênesis 23, 10)

  • tornaram-se assim propriedade de Abraão, em presença dos filhos de Het e de todos aqueles que entravam pela porta da cidade. (Gênesis 23, 18)

  • Eles abençoaram-na, dizendo: “Ó nossa irmã: possas tu tornar-te a mãe de milhares de miríades! E possua a tua posteridade a porta dos seus inimigos!”. (Gênesis 24, 60)




“O mais belo Credo é o que se pronuncia no escuro, no sacrifício, com esforço”. São Padre Pio de Pietrelcina