Encontrados 35 resultados para: digas

  • de tudo o que é teu, não tomarei sequer um fio nem um cordão de sandália, para que não digas: Enriqueci Abrão. (Gênesis 14, 23)

  • “Peço-te que me digas qual é o teu nome.” “Por que me perguntas o meu nome?”, respondeu ele. E abençoou-o no mesmo lugar. (Gênesis 32, 29)

  • Não digas no teu coração: a minha força e o vigor do meu braço adquiriram-me todos esses bens. (Deuteronômio 8, 17)

  • Depois que o Senhor, teu Deus, os tiver expulsado de diante de ti, não digas no teu coração: por causa de minha justiça é que o Senhor me introduziu na posse dessa terra. Porque é por causa da perversidade dessas nações que o Senhor as despoja diante de ti. (Deuteronômio 9, 4)

  • Ele não está nos céus, para que digas: quem subirá ao céu para no-lo buscar e no-lo fazer ouvir para que o observemos? (Deuteronômio 30, 12)

  • Não está tampouco do outro lado do mar, para que digas: quem atravessará o mar para no-lo buscar e no-lo fazer ouvir para que o observemos? (Deuteronômio 30, 13)

  • Saul aproximou-se de Samuel à porta da cidade e disse-lhe: Rogo-te que me digas onde é a casa do vidente. (I Samuel 9, 18)

  • O rei disse-lhe: Quantas vezes será preciso conjurar-te a que só digas a verdade em nome do Senhor? (I Reis 22, 16)

  • Disse-lhe o rei: Quantas vezes terei que conjurar-te a que só digas a verdade em nome do Senhor? (II Crônicas 18, 15)

  • Tobit então perguntou-lhe: Rogo-te que me digas de que família e de que tribo és tu? (Tobias 5, 16)

  • Entretanto, Tobias interrogou o anjo: Azarias, meu irmão, peço-te que me digas qual é a virtude curativa dessas partes do peixe que me mandaste guardar. (Tobias 6, 7)

  • Não digas ao teu próximo: Vai, volta depois! Eu te darei amanhã, quando dispões de meios. (Provérbios 3, 28)

“O Senhor nos dá tantas graças e nós pensamos que tocamos o céu com um dedo. Não sabemos, no entanto, que para crescer precisamos de pão duro, das cruzes, das humilhações, das provações e das contradições.” São Padre Pio de Pietrelcina