Encontrados 358 resultados para: boca

  • Segurava na mão direita sete estrelas. De sua boca saía uma espada afiada, de dois gumes. O seu rosto se assemelhava ao sol, quando brilha com toda a força.* (Apocalipse 1, 16)

  • Arrepende-te, pois; senão virei em breve a ti e combaterei contra eles com a espada da minha boca. (Apocalipse 2, 16)

  • Fui eu, pois, ter com o anjo, dizendo-lhe que me desse o pequeno livro. E ele me disse: “Toma e devora-o! Ele te será amargo nas entranhas, mas, na boca, doce como o mel”.* (Apocalipse 10, 9)

  • Tomei então o pequeno livro da mão do anjo e o comi. De fato, em minha boca tinha a doçura do mel, mas depois de o ter comido, amargou-me nas entranhas. (Apocalipse 10, 10)

  • A terra, porém, acudiu à Mulher, abrindo a boca para engolir o rio que o Dragão vomitara. (Apocalipse 12, 16)

  • Abriu, pois, a boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar o seu nome, o seu tabernáculo e os habitantes do céu. (Apocalipse 13, 6)

  • Em sua boca não se achou mentira, pois são irrepreensíveis. (Apocalipse 14, 5)

  • Vi (saírem) da boca do Dragão, da boca da Fera e da boca do falso profeta três espíritos imundos semelhantes a rãs;* (Apocalipse 16, 13)

  • De sua boca sai uma espada afiada, para com ela ferir as nações pagãs, porque ele deve governá-las com cetro de ferro e pisar o lagar do vinho da ardente ira do Deus Dominador. (Apocalipse 19, 15)

  • Os demais foram mortos pelo Cavaleiro, com a espada que lhe saía da boca. E todas as aves fartaram-se das suas carnes. (Apocalipse 19, 21)


“Uma Missa bem assistida em vida será mais útil à sua salvação do que tantas outras que mandarem celebrar por você após sua morte!” São Padre Pio de Pietrelcina