Se alguém desejar um alto cargo na Igreja (cf 1Tim 3,1), deseje a obra que ele permite realizar e não a honra que lhe está associada: deseje ajudar e servir todos os homens, mais do que ser ajudado e servido por todos. Porque o desejo de ser servido provém do orgulho, como o dos fariseus, e o desejo de servir nasce da sabedoria e dos ensinamentos de Cristo. Aqueles que procuram as honras por si mesmas são os que se elevam, e aqueles que alegram por levar a sua ajuda e servir são os que se abaixam para que o Senhor os eleve.

Cristo não refere aqui aquele que o Senhor eleva, mas diz: «Quem se exalta será humilhado», e sê-lo-á naturalmente pelo Senhor. Também não refere aquele que o Senhor humilha, mas diz: «Quem se humilha será exaltado», uma vez mais pelo Senhor. […] É por isso que Cristo, logo após ter reservado para Si, de modo particular, o título de doutor, imediatamente invoca a regra de sabedoria em virtude da qual «quem quiser ser grande deve ser o servo de todos» (Mc 10,43). […] Regra que já tinha exprimido noutros termos: «Aprendei de Mim que sou manso e humilde de coração» (Mt 11,29).

Deste modo, quem quiser ser seu discípulo não deve tardar em aprender esta sabedoria de Cristo porque «todo o discípulo perfeito será como o seu mestre» (Lc 6,40). Pelo contrário, quem se tiver recusado a aprender a sabedoria ensinada pelo Mestre, longe de se tornar mestre, não será sequer discípulo.





Livros Recomendados

Sabedoria em GotasCristianismo & Cultura ClássicaVida de conversão de Santo Antão

Apoia-se: Seja um apoiador da Bíblia Católica Online.

Comentários no Facebook:

comments