A minha alma suspira ansiosamente
pelos átrios do Senhor.
O meu ser e a minha carne
exultam no Deus vivo.
Até as aves do céu encontram abrigo
e as andorinhas um ninho para os seus filhos,
junto dos vossos altares, Senhor dos Exércitos,
meu Rei e meu Deus.
Felizes os que moram em vossa casa:
podem louvar-Vos continuamente.
Felizes os que em Vós encontram a sua força,
os que trazem no coração os caminhos do santuário.
Eles avançam com entusiasmo crescente, até se apresentarem em Sião diante de Deus.


Livros recomendados

O Dom da Cura10 Livros que Estragaram o Mundo – E Outros Cinco Que Não Ajudaram em NadaOrtodoxia





Comentários no Facebook:

comments