Graças Vos sejam dadas, Senhor Jesus! Estamos na vossa presença, esperando-Vos! […] «Ainda um pouco de tempo!» (Jo 16, 16) Assim fazeis promessa após promessa; e eu confio nas vossas promessas. Vinde, porém, em ajuda da minha incredulidade (Mc 9,24), para que Vos espere e continue a esperar, até que, finalmente, veja aquilo em que acredito. Sim, eu creio «que hei-de ver os bens do Senhor, na terra dos vivos».

E tu, irmão, acreditas? Então, espera no Senhor, tem coragem, sê forte e espera com paciência o Senhor (Sl 27,13-14)! […] Pois se Ele prescreve longa paciência, promete, no entanto, que virá em breve. E ora nos forma na paciência, ora reconforta os desencorajados; atemoriza os negligentes, estimula os preguiçosos. «Eis que Eu venho em breve e trarei a recompensa para retribuir a cada um conforme as suas obras» (Ap 22,12). E, falando a Jerusalém, acrescenta: «Em breve virá a tua Redenção! Porque te deixas consumir pela dor?»

É verdade: o tempo é breve (1Cor 7,29), sobretudo para cada um de nós, se bem que pareça longo a quem se consome de sofrimento ou de amor. […] Ele virá, o Senhor virá com certeza! O objeto do nosso temor e do nosso desejo, o descanso e a recompensa daqueles que sofrem, a felicidade de todos, Jesus Cristo, nosso Salvador!


Livros recomendados

A Alegria do Mundo“Eu Sou a Graça” – As Aparições de Nossa Senhora das Graças em PernambucoA Cruz de Cristo





Comentários no Facebook:

comments