De todo o coração, Senhor, Vos quero louvar
e contar todas as vossas maravilhas.
Quero alegrar-me e exultar em Vós,
quero cantar o vosso nome, ó Altíssimo.
Quando batiam em retirada os meus inimigos,
vacilavam e pereciam diante de Vós.
Ameaçastes os pagãos, destruístes os ímpios,
apagastes o seu nome para sempre.
Afundaram-se os pagãos no fosso que abriram,
ficaram presos os seus pés na armadilha que prepararam.
Mas o pobre jamais será esquecido,
não será iludida a esperança dos humildes.


Livros recomendados

O diário do silêncio – O alerta da Virgem Maria contra o comunismo no BrasilAnunciar o Evangelho – Mensagens aos CatequistasA Conjuração Anticristã – O Templo Maçônico que quer se erguer sobre as ruínas da Igreja Católica





Comentários no Facebook:

comments