Na noite em que foi entregue para ser crucificado, Jesus legou-nos como herança da nova aliança o penhor da sua presença, que é o viático da nossa viagem. Por ele somos alimentados e fortalecidos até ao momento em que chegarmos junto Ele, quando deixarmos este mundo. Foi por isso que o Senhor disse: «se não comerdes mesmo a carne do Filho do Homem e não beberdes o seu sangue, não tereis a vida em vós» (Jo 6,53). Ele quis deixar entre nós o sacramento da sua Paixão. Para isso, ordenou aos seus fiéis discípulos, os primeiros sacerdotes que instituiu para a sua Igreja, que celebrassem sem fim os mistérios da vida eterna, que devem ser realizados por todos os sacerdotes nas igrejas do mundo inteiro até ao dia em que Cristo voltar. Assim, todos nós, os sacerdotes e o povo dos fiéis, temos diariamente o exemplo da Paixão de Cristo diante dos nossos olhos, temo-lo entre as nossas mãos, levamo-lo à boca e no peito. […] «Provai e vede como o Senhor é bom» (Sl 33,9).


Livros recomendados

270 perguntas e respostas sobre sexo e amorAsterix legionárioDa Cruz à Ressurreição





Comentários no Facebook:

comments