Senhor, Vós conheceis o íntimo do meu ser:
sabeis quando me sento e quando me levanto.
De longe penetrais o meu pensamento:
Vós me vedes quando caminho e quando descanso,
Vós observais todos os meus passos.
Vós formastes as entranhas do meu corpo
e me criastes no seio de minha mãe.
Dou-te graças por tão espantosas maravilhas; admiráveis são as tuas obras.
Dou-te graças por tão espantosas maravilhas; admiráveis são as tuas obras.
Eu Vos dou graças por me terdes feito
tão maravilhosamente:
admiráveis são as vossas obras.
Vós conhecíeis já a minha alma
e nada do meu ser Vos era oculto,
quando secretamente era formado,
modelado nas profundidades da terra.





Livros Recomendados

Batismo (Coleção Sacramentos)Os Mais Belos Sermões de Hugo de São Vitor (19)O Milagre da Igreja

Apoia-se: Seja um apoiador da Bíblia Católica Online.

Comentários no Facebook:

comments