Senhor, não se eleva soberbo o meu coração,
nem se levantam altivos os meus olhos.
Não ambiciono riquezas,
em coisas superiores a mim.
Antes fico sossegado e tranquilo,
como criança ao colo da mãe.
Espera, Israel, no Senhor,
agora e para sempre.


Livros recomendados

A Auto-estima do cristãoJoão Paulo I, o Papa do SorrisoO Inferno





Comentários no Facebook:

comments