Maldito seja o homem fraudulento, que tem no seu rebanho um macho prometido por voto e me sacrifica um animal defeituoso. Pois Eu sou um grande rei – diz o Senhor – e o meu nome é temível entre as nações.»
Agora, este aviso é para vós, sacerdotes:
Se não me ouvirdes, se não tomardes a peito dar glória ao meu nome – diz o Senhor do universo – lançarei contra vós a maldição e amaldiçoarei as vossas bênçãos. E essa maldição já está cumprida, porque vós não tomais isto a peito.
Vós desviastes-vos do caminho, fizestes tropeçar muitos na lei e destruístes a aliança de Levi, diz o Senhor do Universo.
Por isso, como não seguis os meus caminhos e fazeis aceção de pessoas perante a lei, também Eu vos tornarei desprezíveis e abjetos aos olhos de todo o povo.
Não temos todos nós um só Pai? Não foi o mesmo Deus que nos criou? Então porque somos desleais uns para com os outros, profanando a aliança dos nossos pais?


Livros recomendados

365 Dias Com a Divina MisericórdiaDa Cruz à RessurreiçãoO Diabo, Lutero e o Protestantismo





Comentários no Facebook:

comments