Naqueles dias, foi dirigida a Abrão a palavra do Senhor numa visão: «Não temas, Abrão: Eu sou o teu escudo; será grande a tua recompensa».
Abrão respondeu: «Senhor, meu Deus, que me dareis? Vou partir desta vida sem descendência e o herdeiro da minha casa é Eliezer de Damasco».
E continuou: «Vós não me destes descendência e um servo nascido na minha casa é que será o meu herdeiro».
Então a palavra do Senhor foi-lhe dirigida nestes termos: «Não é ele que será o teu herdeiro; o teu herdeiro vai ser alguém nascido do teu sangue».
Deus levou Abrão para fora de casa e disse-lhe: «Olha para o céu e conta as estrelas, se as puderes contar». E acrescentou: «Assim será a tua descendência».
Abrão acreditou no Senhor, o que lhe foi atribuído como justiça.
O Senhor visitou Sara, como lhe tinha dito, e realizou nela o que prometera.
Sara concebeu e, na data marcada por Deus, deu um filho a Abraão, quando este já era velho.
Ao filho que lhe nascera de Sara, deu Abraão o nome de Isaac.


Livros recomendados

O Evangelho de MariaO Catecismo da Igreja Responde de A a ZA Cinza do Purgatório





Comentários no Facebook:

comments