Deputados descriminalizam aborto no Uruguai por um voto, espera-se veto presidencial

MONTEVIDÉU, 05 Nov. 08 / 12:17 pm (ACI).- Esta madrugada a Câmara de Deputados aprovou por 49 contra 48 votos a polêmica lei de saúde sexual e reprodutiva que descriminaliza o aborto no Uruguai. Agora, espera-se que o Presidente Tabaré Vásquez cumpra sua promessa de vetar a norma.

Conforme informou a imprensa local, a sessão começou a tarde da terça-feira e terminou perto das 6h, hora local. O projeto voltará para o Senado logo que a Câmara baixa o aprove em geral, embora não um artigo em particular.

No debate um deputado vetou um artigo da lei que estabelece que os direitos sexuais e reprodutivos são direitos humanos universais. Por esta observação, o projeto de lei retornará ao Senado.

A norma liberaliza o aborto até as doze semanas de gestação por situações de penúria econômica, familiares ou de idade, assim como por razões de saúde, má formações ou perigo de vida da mãe.

O Presidente Tabaré Vázquez, médico de profissão, anunciou que vetará o projeto se resultava aprovado, embora para isso necessita o acordo dos ministros das carteiras relacionadas (Saúde Pública e Interior), ou uma votação no seio do Conselho de ministros.


Livros recomendados

Suma Teológica (5Vols. – Completa)1964 — O ELO PERDIDO – O Brasil nos arquivos do serviço secreto comunistaA Oração do Senhor – Caminho de Perfeição (Quadrante)





Comentários no Facebook:

comments

Veja tambem  Grã-Bretanha: cristãos cobram de ateus prova de que Deus não existe

Anteriores

«Se Cristo não ressuscitou, o cristianismo é absurdo», afirma Papa

Próximo

Papa: «Que não falte uma alimentação saudável e adequada para ninguém»

  1. ladislau

    Os homens representantes do poder; devem avaliar o valor humano… não com uma votação simbolica, sem maioria de entendimento. Nota-se, um despreso a VIDA. Aprovar uma lei com uma diferencia de 1 voto, nota-se quê não houve o convencimento robusto… quase seria empatado por haver insegurança numa causa tão nobre. A vida é deixada para os menos favorecidos de conhecimentos, a julgá-la. Mata-se quando adulto, Mata-se quando adolecente, Mata-se ainda criança; os motivos são injustos: Mata-se ao gerar como justiça feita a moral da família. Ferindo princípios religiosos.
    Deixando condições para expandir uma Clandestinidade de Abortos. O que acontece hoje, será ultiplicado amanhã. O caso do aborto só intereça a quem não tem amor a vida… e pensando bem; abre-se um MERCADO para o aborto.(lucros para alguns). Devemos ver que o caso está na F A M I L I A;
    o nível de vida das pessoas não JUSTIFICA FIM A VIDA.(… ). A mulher merece viver saudável, e não sendo usada como o cofre de abortos… seguido de desanimosidade com o criar.
    Viver, Existir, crescer por dentro; ter alma, espírito, e muito RESPEITO AO SEU PROXIMO, e lembrar sempre de quem lhe deixou ter vida; hoje você existe com vida, o valorize-se… respeitando a reprodução equilibrada com educação e não com violència a vida, e aos costumes vitais Universais. Viva
    a VIDA. NÃO MATE A VIDA para criar a morte.

  2. Herodes matou crianças, faraó matou crianças, resumindo : o aborto é a continuidade dessa matança. os governos gostam de matar crianças! são filhos do diabo!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén