Arquivo (Página 1 de 107)

Sexta-feira, dia 22 de Setembro de 2017 – Livro de Salmos 49(48),6-7.8-10.17-18.19-20.

Porque hei-de inquietar-me nos dias maus,
quando me cerca a iniquidade dos perseguidores,
dos que confiam na sua opulência
e se vangloriam na sua grande riqueza?
O homem não pode pagar o seu resgate,
não pode pagar a Deus a sua redenção.
É muito caro o resgate da sua vida
e ele nunca pagará o suficiente,
para prolongar indefinidamente a sua vida
e não experimentar a corrupção da morte.
Não te irrites se alguém enriquece
e aumenta a riqueza da sua casa.
Quando morrer, nada levará consigo,
a sua fortuna não o acompanhará.
Ainda que em vida se felicitasse:
«Louvar-te-ão porque trataste bem de ti»,
não deixará de ir para a companhia de seus pais,
que jamais verão a luz.

Quinta-feira, dia 21 de Setembro de 2017 – Livro de Salmos 19(18),2-3.4-5.

Os céus proclamam a glória de Deus
e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.
O dia transmite ao outro esta mensagem
e a noite a dá a conhecer à outra noite.
Não são palavras nem linguagem
cujo sentido se não perceba.
O seu eco ressoou por toda a terra
e a sua notícia até aos confins do mundo.

Quarta-feira, dia 20 de Setembro de 2017 – Livro de Salmos 111(110),1-2.3-4.5-6.

Louvarei o Senhor de todo o coração
no conselho dos justos e na assembleia.
São grandes as obras do Senhor,
admiráveis para os que nelas meditam.
A sua obra é esplendor e majestade
e a sua justiça permanece eternamente.
Instituiu um memorial das suas maravilhas:
o Senhor é misericordioso e compassivo.
Deu sustento àqueles que O temem
e jamais se esquecerá da sua aliança.
Fez ver ao seu povo a força das suas obras,
para lhe dar a herança das nações.

Terça-feira, dia 19 de Setembro de 2017 – Livro de Salmos 101(100),1-2ab.2cd-3ab.5.6.

Quero cantar a bondade e a justiça: a Vós, Senhor, entoarei salmos.
Quero seguir pelos caminhos da honestidade: quando virás ao meu encontro? Procederei honestamente com os da minha casa.
Quero seguir pelos caminhos da honestidade: quando virás ao meu encontro? Procederei honestamente com os da minha casa.
Quero seguir o caminho perfeito:
quando vireis ao meu encontro?
Viverei na inocência do coração
no interior da minha casa.
Não porei diante dos meus olhos acções iníquas; odeio os caminhos dos que praticam o mal; não me deixarei contagiar por eles.
Quem às ocultas calunia o seu próximo,
hei-de reduzi-lo ao silêncio.
Ao de olhar altivo e coração soberbo,
não o poderei suportar.
Tenho os olhos postos na gente leal da minha terra, para que esteja sempre ao meu lado.
Só aquele que segue o caminho perfeito
poderá ser meu servo.

Segunda-feira, dia 18 de Setembro de 2017 – Livro de Salmos 28(27),2.7.8-9.

Ouvi, Senhor, a voz da minha súplica,
quando Vos invoco,
quando ergo as minhas mãos
para o vosso templo santo.
O Senhor é a minha força e o meu protetor,
meu coração pôs n’Ele a sua confiança e fui ajudado.
O meu coração exultou
e entoei-Lhe um cântico de louvor.
O Senhor é a fortaleza do seu povo,
a fortaleza de salvação do seu Ungido.
Salvai o vosso povo e abençoai a vossa herança,
sede o seu protetor e guia através dos tempos.

Domingo, dia 17 de Setembro de 2017 – Livro de Salmos 103(102),1-2.3-4.9-10.11-12.

Bendiz, ó minha alma, o Senhor,
e todo o meu ser bendiga o seu nome santo.
Bendiz, ó minha alma, o Senhor
e não esqueças nenhum dos seus benefícios.
Ele perdoa todos os teus pecados
e cura as tuas enfermidades.
Salva da morte a tua vida
e coroa-te de graça e misericórdia.
Não está sempre a repreender,
nem guarda ressentimento.
Não nos tratou segundo os nossos pecados,
nem nos castigou segundo as nossas culpas.
Como a distância da terra aos céus,
assim é grande a sua misericórdia para os que O temem.
Como o Oriente dista do Ocidente,
assim Ele afasta de nós os nossos pecados.

Sabado, dia 16 de Setembro de 2017 – Livro de Salmos 113(112),1-2.3-4.5a.6-7.

Louvai, servos do Senhor, louvai o nome do Senhor.
Bendito seja o nome do Senhor, agora e para sempre.
Desde o nascer ao pôr do sol, seja louvado o nome do Senhor.
O Senhor domina sobre todos os povos, a sua glória está acima dos céus.
Quem se compara ao Senhor, nosso Deus,
que tem o seu trono nas alturas
que Se inclina lá do alto a olhar o céu e a terra?
Levanta do pó o indigente e tira o pobre da miséria,

Página 1 de 107

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén